PIB brasileiro deverá crescer 0,87% neste ano, diz Banco Central

Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, traz um reajuste na projeção de crescimento do país

Publicado em 16 de setembro de 2019 | 10:09 |Por: Everton Lima

De acordo com o boletim Focus, publicado no início de setembro, a economia brasileira deverá crescer 0,87% em 2019. Esse levantamento é divulgado pelo Banco Central e é fruto de análise de economistas e profissionais do mercado financeiro.

Esse indicador sofreu uma oscilação positiva, já que os economistas acreditavam que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceria 0,80% neste ano. Um crescimento de sete décimos, apesar de parecer pouco, é algo significativo, pois o PIB contempla todas as riquezas produzidas no Brasil.

Se esse estudo se confirmar, 2019 terá um PIB menor do que o registrado nos últimos dois anos. Em 2018, o PIB foi de 1,1%. Em 2017, o resultado foi um crescimento de 1%.

Com relação a 2020, espera-se um crescimento mais significativo. O boletim Focus projeta um aumento no PIB de 2,07%. Já para 2021, a expectativa de que o país cresça 2,5%.

No entanto, muitos fatores podem interferir nessa trajetória de crescimento. A guerra comercial travada entre Estados Unidos e China é uma delas. O país asiático é um grande importador das commodities brasileiras.

FGV acredita que PIB será maior

Além do boletim Focus, outros estudos também projetam o crescimento do país, entre eles, o Boletim de Macroeconomia do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), publicado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A FGV mantém sua projeção de crescimento de 1,1% do PIB em 2019. De acordo com o relatório divulgado no dia 23 de agosto, a liberação do saldo das contas do FGTS terá impacto positivo na economia deste ano e na do ano que vem. Todavia, o documento destaca que as disputas comerciais entre as principais economias globais podem prejudicar os resultados dos países emergentes, como o Brasil.

– Desempenho da indústria nacional é negativo em julho

– Economia brasileira: PIB cresce 0,4% no segundo trimestre

Ainda de acordo com o documento, esse cenário de incertezas, a nível global, pede que reformas estruturais sejam realizadas na economia brasileira. A reforma na previdência já foi aprovada na Câmara dos Deputados. Agora, o projeto precisa passar pelo crivo dos senadores.

Já um projeto de reforma tributária está sendo discutido pelo Governo e pelo Congresso. Neste mês, a criação de um imposto sobre movimentações financeiras foi comparada à antiga CPMF — fazendo com que o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, fosse despedido pelo Ministro da Economia.

As decisões sobre esses temas terão impacto direto nas próximas projeções do PIB brasileiro.

Se você quiser se manter sempre bem-informado sobre esses temas, basta nos mandar uma mensagem no WhatsApp. É de graça!

 

 

 


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646