Produção industrial varia 0,3% em abril

Pesquisa Industrial Mensal, do IBGE, revela que o setor industrial acumulou perda de 2,7% nos quatro primeiros meses de 2019

Publicado em 5 de junho de 2019 | 08:45 |Por: Júlia Magalhães

A produção industrial nacional variou 0,3% em abril quando se comparado ao mês anterior. O período conta com ajuste sazonal, eliminando, assim, parte do recuo de 1,4% observado em março 2019. No confronto com abril de 2018 (série sem ajuste sazonal), a indústria caiu 3,9%, após também registrar queda no mês anterior (-6,2%).

Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), divulgada ontem (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o documento, o setor industrial acumulou perda de 2,7% nos quatro primeiros meses de 2019. Com esses resultados, o setor industrial ainda se encontra 17,3% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011.

Ramos industriais em expansão

No acréscimo de 0,3% da atividade industrial, na passagem de março para abril de 2019, 20 dos 26 ramos pesquisados mostraram expansão na produção. Entre as atividades, as principais influências positivas foram registradas por veículos automotores, reboques e carrocerias (7,1%). Além disso, máquinas e equipamentos (8,3%), outros produtos químicos (5,2%) e produtos alimentícios (1,5%). Todos revertendo o comportamento negativo observado em março último: -2,8%, -0,1%, -3,9% e -5,0%, respectivamente.

Outras contribuições positivas relevantes vieram de bebidas (3,4%), metalurgia (1,7%), couro, artigos para viagem e calçados (5,4%). Assim como de produtos têxteis (5,8%), equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (4,0%). E também de produtos de borracha e de material plástico (1,9%).

– Iemi divulga dados do mercado de móveis referentes a março de 2019

Entre as grandes categorias econômicas, bens de consumo duráveis (3,4%), bens de capital (2,9%) e bens de consumo semi e não-duráveis (2,6%) assinalaram as taxas positivas em abril de 2019. Com esses resultados, o primeiro segmento eliminou o recuo de 0,6% observado em março.

Em contrapartida, o segundo completou o terceiro mês consecutivo de crescimento na produção, período em que acumulou expansão de 9,1%. Por fim, o último voltou a crescer, após cair 0,9% no mês anterior. Por outro lado, o setor produtor de bens intermediários (-1,4%) apontou a única taxa negativa nesse mês e marcou o quarto recuo seguido, acumulando redução de 4,2%.

Recuo em abril

Entre os seis ramos que reduziram a produção nesse mês, o desempenho de maior importância para a média global foi registrado por indústrias extrativas, que recuou 9,7%. Como resultado, o quarto recuo negativo consecutivo e acumulando nesse período redução de 25,7%.

Vale citar o impacto negativo assinalado pelo setor de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-2,0%). Ramo que recuou pelo segundo mês seguido e acumulou perda de 5,0% nesse período.

Produção industrial


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646