Fecomércio PR: 6 mil postos de trabalho devem ser criados neste fim de ano

Fecomércio PR divulga resultados de uma pesquisa realizada no Paraná que revela a expectativa dos empresários com relação à geração de novas vagas de trabalho

Publicado em 18 de novembro de 2019 | 13:50 |Por: Everton Lima

De acordo com dados divulgados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), cerca de 6 mil paranaenses devem conseguir um trabalho temporário neste final de ano. Isso representará um crescimento de 16,59% em relação às vagas geradas no mesmo período de 2018.

Em 2018, 24% dos empresários entrevistados afirmaram que contratariam entre duas a cinco pessoas. Neste ano, esse percentual é de 35%. Já as empresas que contratarão mais de dez pessoas passaram de 5% (2018) para 8% em 2019.

Divulgação Fecomércio PR

Expectativa de contratação

No entanto, quase 1/5 dos entrevistados afirmaram que não sabem quantos novos postos de trabalho suas empresas gerarão — o mesmo percentual registrado pela Fecomércio PR no ano anterior.

Fecomércio PR revela oportunidades para vendedores

Quase a metade das vagas que serão ofertadas (46,2%) serão para vendedores. Em segundo lugar, aparece a demanda por “atendente geral”, com 15,4%.

Divulgação Fecomércio PR

Divulgação Fecomércio PR

Gráfico com as profissões que deverão ser requisitadas neste fim de ano

“Porteiro”, “caixa” e “assistente de cabeleireiro” aparecem empatadas na terceira posição dessa lista, com 7,7% de menções por parte dos empresários paranaenses.

Ainda de acordo com esse estudo, essas vagas podem ajudar as pessoas que não têm formação superior. Para 69,23% dessas oportunidades de trabalho, o Ensino Médio completo é a formação mínima exigida. 23,8% exigem apenas o Ensino Fundamental. Para 3,85% das vagas, não será exigida nenhum tipo de escolaridade. O estudo não informou quais vagas seriam essas.

– Black Friday: especialista dá dicas para varejistas se prepararem
– Vender móveis online: marketplace pode ajudar

No entanto, os empresários estão exigindo experiência mínima de seis meses — 60% dessas oportunidades. Para 68% dos empresários entrevistados, o emprego temporário poderá se transformar em efetivo.

Todavia, 16% afirmam que não pretendem efetivar o funcionário temporário, enquanto o mesmo percentual de empreendedores ouvidos pela Fecomércio PR não sabem se essa efetivação ocorrerá.

O portal eMóbile publicou uma reportagem mostrando como as lojas de varejo podem aperfeiçoar o seu processo de contratação, evitando a rotatividade de vendedores — e todos os custos envolvidos nesse processo. Leia a matéria agora mesmo!

 


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646