SBVC divulga lista com as maiores empresas do varejo

Grandes marcas, como Casas Bahia, Walmart e Lojas Americanas lideram o grupo de empresas com faturamento bilionário em 2018

Publicado em 27 de agosto de 2019 | 09:00 |Por: Everton Lima

A Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) divulgou, no último dia 19 de agosto, um levantamento listando as trezentas maiores empresas do varejo nacional. O critério para classificar as empresas no ranking foi o seu faturamento no ano de 2018.

Assim, o estudo destaca que as companhias listadas fizeram um bom uso das possibilidades de vendas multiplataforma — o que, ainda de acordo com o SBVC, é uma tendência mundial.

Pão de Açúcar lidera lista das maiores empresas do varejo

O GPA Alimentar encabeçou a lista deste ano. Fazem parte do Grupo marcas conhecidas do consumidor, como: Pão de Açúcar, Extra, Casas Bahia, Ponto Frio, entre outras. São 14 marcas que estão sob os cuidados da GPA Alimentar.

Gatilhos mentais: técnica aumenta as vendas recorrendo ao “cérebro primitivo”

Ao todo, esses negócios faturaram mais de R$ 84,12 bilhões. Um crescimento de 8,5% em comparação a 2017. Vale destacar que o grupo autorizou as vendas das ações da Via Varejo. Isso significa que as marcas Ponto Frio e Casas Bahia devem voltar à família Klein neste ano.

Contudo, o Grupo Carrefour Brasil permanece entre os três maiores empreendimentos do varejo nacional. No ano passado, a marca ficou em primeiro lugar. Apesar de ter caído uma posição, o faturamento aumentou 7,6%, chegando a mais de R$ 56,6 bilhões.

O Walmart Brasil ficou em terceiro lugar, lucrando R$ 24 bilhões. A Lasa/B2W, que administra marcas como as Lojas Americanas e Submarino, ficou com a quarta posição no ranking da SBVC (R$ 21 bilhões).

Em quinto lugar, a Magazine Luiza. Além da famosa loja de varejo, a empresa atua no mercado de vendas de cosméticos (Época Cosméticos), seguradora (Luizaseg), crédito pessoal (Luizacred) e consórcio (Consórcio Luiza). Todos esses negócios juntos lucraram mais de R$ 18,8 bilhões.

Ademais, o restante do top 10 é formado por:

6º: Raias Drogasil (R$ 15,5 bilhões);

7º: Grupo Boticário (R$ 13,7 bilhões);

8º: DSP3 (R$ 9,99 bilhões);

9º: Lojas Renner (R$ 9,78 bilhões);

10°: Riachuelo ( R$ 8,82 bilhões).

Varejo gera milhares de postos de trabalho em 2018

Depois de um 2017 difícil, em que mais de 207 mil postos de trabalho foram encerrados, o varejo nacional contratou, em 2018, mais de 529 mil pessoas. Trata-se do primeiro resultado positivo, depois de três anos seguidos em que as demissões superaram as contratações nesse setor.

Parte desses postos de trabalho foram criados pelas maiores empresas de varejo, listadas pela SBVC. No entanto, como esse levantamento é realizado pelo Caged, contratações feitas pelos pequenos e médios comerciantes também são contabilizadas.


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646