Decoração de natal: cinco dicas para não errar!

Decorações mal planejadas podem afastar clientes

Publicado em 16 de dezembro de 2019 | 17:09 |Por: Everton Lima

É fato que a decoração natalina é fundamental para contribuir para que essa época do ano seja ainda mais especial, não é mesmo? Acontece que muitos lojistas cometem erros na hora de fazer a decoração, criando projetos que afastam consumidores. Por isso, a decoração de natal deve ser planejada com cuidado.

Se você ainda tem alguma dúvida do que fazer em sua loja, ou se está se questionando sobre a qualidade da sua decoração, continue lendo esta matéria!

1.Respeite a identidade da sua loja

A decoração natalina não pode suprimir a personalidade da sua marca. Por exemplo: uma loja que vende móveis infantis deve decorar o local considerando o que o seu público-alvo (pais e crianças) esperam do natal, como: clima familiar, cenário lúdico etc.

Construir a identidade de uma marca é algo muito complexo, sendo assim, não desperdice esse esforço escondendo as características da sua empresa por causa da decoração de um feriado — ainda que seja o Natal.

2. Pense na circulação das pessoas

Decorações grandiosas enchem os olhos do público, mas podem causar grandes problemas ao lojista. Se o seu cliente tem dificuldades para andar e ver os móveis, o projeto decorativo está errado.

Ademais, lembre-se que algumas pessoas têm dificuldades de locomoção. Você não quer que ninguém se machuque na sua loja, não é mesmo?

3. Não se esqueça do verão

Guirlandas, pinheiros, espumas etc. tudo isso pode tornar a sua loja mais quente do que deveria, afinal de contas, o Natal brasileiro ocorre no verão. Portanto, evite o exagero e priorize o conforto do cliente. Na dúvida, escolha materiais leves, que não acumulem poeira.

– Arquiteta dá dicas de decoração para montar ambientes aconchegantes

– Principais tendências de decoração infantil para 2019

4. Cuide da iluminação

As luzes de natal são uma característica do final de ano. Acontece que elas podem trazer riscos à sua loja, caso a rede elétrica não esteja em boas condições. Nesse caso, vale a pena contratar um eletricista para avaliar a instalação antes de comprar as luzes.

Ademais, escolha lâmpadas modernas, de boa qualidade e que tenham sido aprovadas pelo Inmetro. Desse modo, os custos com eletricidade não serão um problema. Lembre-se de que essas lâmpadas serão usadas no ano que vem, então, compre bons produtos.

5. Proteja as crianças

É natural que os pequenos se encantem com a decoração, por isso, evite que objetos que possam causar acidentes estejam ao alcance deles. Nada de fios, guirlandas ou outros itens que possam ser puxados, por exemplo.

O Natal é uma época muito importante para o varejo, então, aproveite a data para estreitar laços com o cliente, oferecendo a ele uma decoração encantadora!

 

Conheça os vencedores do Prêmio Design Sustentável

Terceira edição da premiação incentivou a indústria a desenvolver soluções relacionadas à produção

Publicado em 9 de dezembro de 2019 | 17:26 |Por: Everton Lima

Os vencedores da terceira edição do Prêmio Design Sustentável foram divulgados nesta segunda-feira (09). Esse prêmio tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento de novas tecnologias relacionadas à sustentabilidade na indústria moveleira de Ubá (MG).

Neste ano, o projeto vencedor foi Buffet Maloca, apresentado pela Montanha Móveis. O segundo lugar ficou com a Cozinhas Itatiaia. Neste ano, a empresa foi finalista com o projeto Cozinha Gourmet G3. A terceira colocação ficou com a Suprema Estofados. A empresa participou do concurso com a Cadeira Levi.

Essas empresas terão destaque na Femur 2020, evento que ocorrerá entre os dias 20 e 23 de janeiro do próximo ano, na cidade mineira de Ubá. Essas peças ficarão expostas com destaque, de modo que inspirem os visitantes a refletirem sobre a importância da sustentabilidade na indústria moveleira.

– Revestimentos madeirados: protagonismo atemporal

– Rehau compõe ambientes na Casa Cor Rio Grande do Sul

Em um comunicado divulgado à imprensa, os organizadores deram detalhes sobre o processo de seleção dos participantes nesta edição do Prêmio. “Neste ano, os critérios do Prêmio tiveram maior foco no
desenvolvimento de design ecológico e nas modificações ecoeficientes
do processo produtivo. São eles: inovação, viabilidade produtiva, sustentabilidade do produto e criatividade no uso de materiais”.

Veja imagens dos projetos vencedores desta edição da premiação:

Buffet Maloca, apresentado pela Montanha Móveis

Cozinha Gourmet G3 - Cozinhas Itatiaia

Cozinha Gourmet G3 – Cozinhas Itatiaia

Divulgação

Cadeira Levi - Suprema estofados (Prêmio Design Sustentável)

Cadeira Levi – Suprema estofados

Participação de estudantes

Para incentivar o desenvolvimento educacional da região, os organizadores pediram para os alunos do Senai criassem o design do troféu prêmio. Os estudantes Matheus Pacienza Coelho, Arthur Andrade Mares-Guia e Thalles Victor Vieira de Brito tiveram o seu projeto escolhido.

O público de Ubá (MG) também levou prêmio para a casa. A organização do Prêmio Design Sustentável sorteou um Iphone 8 para aqueles que participaram do evento, votando no seu projeto de móvel predileto. O nome do sortudo que levou o smartphone é Humberto Antunes Neto.

(com informações da assessoria)

 

Prêmio Design Sustentável incentiva boas práticas na indústria

Premiação tem se destacado como incentivo para às inovações do polo de Ubá (MG)

Publicado em 4 de dezembro de 2019 | 08:20 |Por: Everton Lima

A sustentabilidade é um tema cada vez mais importante para a indústria moveleira. Reutilizar materiais, reduzir a produção de resíduos e poupar recursos, como água e eletricidade são temas que estão desafiando os designers. Por isso, uma forma de reconhecer esse esforço é oferecer a eles prêmios, como o Prêmio Design Sustentável.

Em sua terceira edição, a premiação que ocorre durante a Femur, importante feira do polo moveleiro de Ubá (MG), pretende reconhecer os esforços em inovação que serão apresentados no ano que vem. Grandes marcas, como a Cozinha Bartira, já foram premiadas.

Prêmio Design Sustentável

– Sustentabilidade industrial abre mercados e reduz custos

Organizadores falam da iniciativa

Thainara Furforo, analista administrativa, atua na organização do evento e explica o porquê de ele ser tão importante para o setor.  “O Prêmio tem o comprometimento de ampliar a visão sobre a temática ambiental na indústria. Vem, ao longo dos anos, demonstrando que meio ambiente vai muito além do compliance e dos atendimentos a obrigações e regularizações. Esse prêmio valoriza as empresas que já compreenderam seu papel dentro do cenário de responsabilidade socioambiental. Fomenta e expõe as boas práticas de sustentabilidade que vem sendo desenvolvidas no Polo Moveleiro de Ubá”.

Para ela, o debate em torno dos desafios ambientais tem incentivado o interesse da indústria moveleira pela premiação. “Com a grande divulgação dada ao Prêmio, especialmente pela imprensa direcionada ao setor do mobiliário, e com os resultados positivos da implementação do design sustentável nos produtos, a ação conquista, a cada edição, mais participantes e mais produtos inscritos. Além disso, o interesse em desenvolver a sustentabilidade nos processos e no design dos produtos vêm sendo cada vez mais presente nas indústrias do setor”, reconhece.

Ela ainda afirma que já são perceptíveis os avanços da indústria moveleira nesse sentido. “Há uma visível evolução no desenvolvimento sustentável na indústria moveleira no polo de Ubá. Em geral, os fabricantes estão se preparando para o crescimento das exigências legais e do próprio mercado em relação ao meio ambiente, estando um passo à frente das obrigações, cuidando da prevenção dos impactos ambientais. Com essa evolução, o debate sobre o assunto, mesmo sendo um desafio, ganha cada vez mais adeptos que já entenderam que sustentabilidade é uma responsabilidade de todos nós”, conclui.

Nesta semana, os moradores de Ubá poderão conhecer os oito projetos finalistas e votar em seus preferidos. Essa votação definirá os vencedores que serão anunciados na sexta-feira. Você conferirá as fotos e os nomes dos vencedores aqui no eMóbile!

 

Revestimentos madeirados: protagonismo atemporal

Tonalidades marrom com fundo avermelhado, alaranjado ou amarelado ganham força nos mais variados estilos de decoração

Publicado em 25 de outubro de 2019 | 08:40 |Por: Júlia Magalhães

O design de interiores está em constante mudança, com diferentes conceitos, materiais e soluções emergindo a cada temporada. Contudo, é possível notar um denominador comum nos mais variados estilos de tendências ao longo dos anos: os revestimentos madeirados.

Conforto e acolhimento, sobretudo, são algumas das sensações que a madeira agrega em um projeto. E neste ano, a protagonista vem sendo apresentada em tonalidades quentes – nas suas diversas nuances. Desta forma, os madeirados acinzentados e frios, que fizeram sucesso nos últimos anos, vão perdendo cada vez mais espaço para madeiras em tonalidade marrom com fundo avermelhado, alaranjado ou amarelado.

– Tendências iSaloni 2019 by Impress Decor: a liberdade como inspiração

As madeiras com fundo quente, aliás, tem tudo a ver com a pegada humanizada e sensorial que vem regendo o design de interiores, já dando o tom do que deveremos ver também no próximo ano.

Com movimentos suaves e lineares, poucas catedrais e poros bem marcados, os padrões Carvalho são exemplos dessa tendência. Na composição, são vistos com pedras, híbridos e unicolores da temporada. Afinal, a mistura de materiais está entre as principais trends em ascensão.

Revestimentos madeirados da Impress

Padrão Fribourg Oak. Divulgação Impress

Com amplo know-how nas áreas da impressão de papel decorativo e finish foil, a Impress possui padrões que surpreendem o consumidor. Um deles é o padrão “Fribourg Oak” que explora uma textura bem linheira e traz um color play plano, comum às madeiras naturais. As imperfeições e as marcas da serra também são valorizadas. Mas não de forma brusca, como no estilo demolição. Caminhando para o que podemos chamar de um “rústico-chique”. É o caso do padrão “Orion Oak”.

Padrão Rockport Oak. Divulgação Impress

Vale destacar que o anseio pelo natural e pelo autêntico continua sendo uma das maiores e mais duradouras tendências de interiores. Materiais naturais, terrosos e não tratados conferem não só uma sensação de conforto, como também revelam um toque urbano, por meio do minimalismo e da redução ao essencial. A aparência ligeiramente planificada, catedrais finas e suavemente desenhadas, além dos nós marcantes, fazem de “Rockport Oak” um décor totalmente dentro dessa proposta.

Padrão Adriano Walnut. Divulgação Impress

Seguindo essas características, ainda, os revestimentos de nogueira com aspecto natural foram alguns dos mais vistos durante a edição 2019 do Salão do Móvel de Milão, trazendo desde estruturas sutis e lineares às mais clássicas, com catedrais marcadas e bastante movimento. Uma opção é o padrão “Adriano Walnut”.

Por fim, outra escolha, desta vez exibindo catedrais estreitas e áreas listradas acompanhadas de um belo jogo de cores, o “Saturnia Walnut” possibilita um visual natural e ao mesmo tempo bastante nobre aos ambientes.

(com informações de assessoria)

Marta Manente apresentará peças na Casa Cor 2019

Designer renomada aproveitará o evento para apresentar releituras de seus trabalhos icônicos

Publicado em 18 de outubro de 2019 | 14:45 |Por: Everton Lima

A designer Marta Manente, do Studio Marta Manente, sediado em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, participa mais uma vez da Casacor com suas peças autorais. O evento é considerado a maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas.

Na edição do Espirito Santo, a designer expõe suas criações no ambiente projetado pelo arquiteto capixaba Max Mello. Em 100 m2 estilo co-wornking com vista para o mar, o espaço preserva uma árvore nativa do jardim do Clube Ítalo Brasileiro de Vitória, que descreve a narrativa do título: Estúdio da Árvore Placas do Brasil.

As peças da designer Marta Manente, sobretudo, traduzem a temática da brasilidade contemporânea aplicada ao ambiente. Banquetas na área gourmet e no estar, mesas laterais abraçando os cantos do sofá e pufes com franjas que dão personalidade ao centro da décor.

Também, luminárias e terrários compõem a mesa do coworking. Alem disso, surpreendentemente nas pontas foram substituídas tracionais cadeiras pelo balanço Revoar.

Balanço Revoar

Icônico, o balanço Revoar, que já marcou presença em ambientações e mostras internacionais, é o destaque neste espaço da Casacor ES. Produzido totalmente à mão com diversas técnicas artesanais usando fios de couro trançado, cordão, corrente e franjas, valoriza o trabalho manual que resulta em uma peça de design sofisticada. Colocado em pontos estratégicos como nas pontas da mesa no couro natural sem tingimento que é um acabamento ecofriendly, pois não tem processo de pigmentação. Sua cor clarinha é elegante e delicada e vai modificando com o passar do tempo.

Já em outro extremo no ambiente, o arquiteto escolheu um balanço na nova versão, marrom. Ao lado da janela com vista para o mar e fazendo composição com a escultura da artista plástica capixaba Ana Paula Castro, que criam uma atmosfera lúdica, interativa e inspiradora com os visitantes da Casacor.

O Revoar chama a atenção de quem passa pelo espaço e não perde a oportunidade de se embalar e tirar uma foto nele.

– Gerir e Gerar: o equilíbrio da gestão e a essência do sucesso

É uma verdadeira obra de arte de uso indoor.

Banquetas Gaia

Na bancada gourmet as banquetas Gaia, criam uma composição harmoniosa com o revestimento em mármore e MDF na base da bancada. Seu design com traços leves e ao mesmo tempo rígidos traduzem o poder da sofisticação da peça.

Para criar esta peça, a designer Marta Manente se inspirou na mitologia grega. Gaia é a poderosa deusa da Terra. Os ângulos encontrados neste projeto, é a tradução perfeita que existe entre a rigidez do metal e a suavidade do tecido.

O pufe Serena e a mesa lateral Frigga criam uma atmosfera de frescor ao Estúdio da Árvore. O pufe Serena produzido com couro natural e franjas, que compõe com o balanço Revoar. A peça possui alça trançada manualmente e franjas e um aro de metal dourado, exclusividade do produto.

Mesa Frigga

Com inspiração no design escandinavo, Marta Manente criou a mesa Frigga baseada nos contos e crenças da mitologia nórdica que pregavam o convívio da família e a importância da mãe natureza. O design da mesa uniu dois materiais, a madeira natural de freijó e o aço carbono, criando um visual surreal e minimalista. Contudo, seu duplo tampo oferece amplo conforto na usabilidade. Na Casacor as mesas foram aplicadas pelo arquiteto nos dois cantos do ambiente, abraçando o sofá e personificando o espaço.

Para finalizar a ambientação, os abajures da coleção Lampadari foram colocados sobre a mesa de coworking para uma iluminação pontual e harmonização com os terrários da mesma coleção. A coleção Lampadari é o encontro feliz entre a arte do vidro de Murano e o estilo contemporâneo, destacando um design original que combina com diferentes estilos de mobiliário. A peças testemunham o potencial criativo dos vidros soprados, trazendo luzes difusas para uma iluminação emocional, alterando cores e reflexos de luz em movimento.

(com informações da assessoria de imprensa)

Prêmio Salão Design tem 104 finalistas

Neste ano, premiação tem concorrentes do Brasil, Argentina e Uruguai

Publicado em 15 de outubro de 2019 | 09:14 |Por: Everton Lima

O Prêmio Salão Design, principal premiação brasileira de design de mobiliário, anuncia a aprovação de 104 projetos para a etapa final desta edição. Nas últimas duas semanas, os jurados técnico-funcionais avaliaram um a um os 827 projetos inscritos por estudantes e profissionais de nove países. Os aprovados são concorrentes do Brasil, Argentina e Uruguai.

Esse primeiro grupo de jurados foi formado por acadêmicos e profissionais do design. Coube a eles analisar as condições técnicas dos projetos inscritos e aspectos como segurança, materiais utilizados, viabilidade produtiva e sustentabilidade.

O grupo foi formado pela diretora técnica no Centro Brasil Design, Ana Brum; a professora Maria Cecilia Loschiavo dos Santos; o Head Designer do Grupo K1, Mateus Conceição; o analista de Serviços Técnicos e Tecnológicos do Instituto SENAI de Tecnologia de Madeira e Mobiliário, Ricardo Dal Piva e a presidente da Associação Brasileira de Designers de Interiores, Silvana Carminati Heckman.

– Promob dá dicas de aplicativos para marcenaria

Nessa edição, não houve categorias para acessórios e iluminação, podendo ser inscritos apenas projetos de mobiliário. As cinco categorias passaram a ser chamadas de desafios: Desafio dos Espaços em Transformação; Desafio da Identidade Brasileira 2020; Desafio do Uso do Painel; Desafio da Tecnologia Embutida e Desafio das Experiências Positivistas.

Já tradicionais na premiação, permanecem sendo concedidos o troféu Professor Orientador para os melhores produtos de estudantes e também o Prêmio Madeiras Alternativas, esse último em parceria com o Serviço Florestal Brasileiro e que reconhece o uso de madeiras consideradas não muito utilizadas.

Etapa final de julgamento

Na fase final de julgamento, em janeiro de 2020, os finalistas enviarão seus produtos em escala real para a cidade de Bento Gonçalves (RS), onde está a sede do Sindmóveis – entidade promotora do Prêmio Salão Design.

Para a definição dos vencedores, entrará em cena um novo grupo de jurados estético-criativos. São eles: a crítica, historiadora e curadora de design, Adélia Borges; o arquiteto, designer e marceneiro Fernando Mendes; o designer multipremiado, jurado de inúmeros concursos, autor e tradutor, Freddy Van Camp; a artista plástica e designer, Heloísa Crocco; e a diretora de conteúdo da Casa Vogue Taissa Buescu.

Com patrocínio de Berneck e Interprint do Brasil, o Prêmio Salão Design é promovido pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) desde 1988. Nessa edição, o prêmio é de R$ 10 mil para profissionais e R$ 6 mil para estudantes.

A cerimônia de premiação e mostra de produtos será na Movelsul Brasil, em março de 2020, em Bento Gonçalves. Os vencedores participam, ainda, de mais uma exposição no próximo ano, durante o São Paulo Design Weekend.

Para conhecer os finalistas, acesse www.salaodesign.com.br/blog.

(com informações da assessoria)

REHAU do Brasil lança sua nova cor: Champagne Gold

Brasil será o segundo mercado a ter acesso à novidade

Publicado em 19 de setembro de 2019 | 15:27 |Por: Everton Lima

Tentar prever as próximas tendências do mercado não é uma tarefa simples. Por isso, se você está curioso para saber qual será o próximo tom que fará sucesso no mercado moveleiro, a REHAU do Brasil poderá ajudá-lo. A empresa passará a comercializar, em nosso país, o tom Champagne Gold para superfícies RAUVISIO.

Em comunicado à imprensa, a marca frisou que o Brasil será o segundo país do mundo a ter acesso à novidade. O primeiro foi os Estados Unidos.

Renato Rossato, especialista da divisão RAUVISIO, explica que a nova cor foi inspirada no luxo e na elegância presente nas passarelas de moda. “Estamos lançando o Champagne Gold no melhor momento do setor moveleiro quando o assunto é trazer tendência mundial da moda ao campo do design de interiores”, explica.

Para ele, o novo tom é uma evolução do uso dos tons metálicos. “Nos últimos anos, as superfícies metálicas têm apresentado expressiva evolução em suas aplicações. O metálico não é mais um detalhe decorativo, ele ganhou um protagonismo muito forte nos ambientes, seja residencial, comercial ou até mesmo corporativo”, revela.

– Tendências de consumo: Kantar dá dicas com base em resultado de estudo

Aliás, para chegar a esse resultado, a marca realizou um grande estudo de mercado para conseguir transmitir às características esperadas para essa nova linha. O tom Champagne Gold está associado ao requinte e ao sucesso, assim como a bebida de mesmo nome. Afinal, o Champagne é usado para celebrar as mais importantes conquistas.

REHAU do Brasil: tradição em inovação

Contudo, é interessante frisar que essa inovação faz parte do DNA da empresa. A REHAU se destaca no mercado por oferecer soluções criativas e eficientes, usando o polímero como matéria-prima. Dessa maneira, seus produtos têm qualidade e durabilidade superiores aos de outras marcas.

A nova cor Champagne Gold pertence à linha RAUVISIO Carbon. Trata-se de uma camada de metal legítimo com recobrimento polimérico. Dessa forma, os cômodos que utilizarem esse novo produto terão tendências de cores e texturas que transformarão os projetos em ambientes únicos.

(com informações da assessoria)

23ª edição do prêmio Salão Design: inscrições encerram na quinta-feira

Prêmios chegam a R$ 10 mil. O Sindmóveis organiza a premiação desde 1988

Publicado em 4 de setembro de 2019 | 14:31 |Por: Everton Lima

As inscrições para a 23ª edição do prêmio Salão Design estão se aproximando do fim. Se você ainda não se inscreveu, corra, pois tem até as 23h59 do próximo dia 5 de setembro para garantir a sua participação.

A edição deste ano tem uma novidade importante no regulamento: os participantes só podem inscrever projetos mobiliários. Nas edições anteriores, era possível participar com projetos de iluminação e de assessórios.

O Salão Design é considerado um dos prêmios mais importantes para os profissionais de design de móveis. A última edição contou com mais de 620 projetos inscritos — vindos de vários países, como Argentina, Cuba, Itália e França.

23ª edição do prêmio Salão Design: entenda o cronograma do prêmio

Após a inscrição, uma comissão julgadora irá avaliar os projetos virtuais dos móveis. Caso o projeto seja aprovado, ele estará apto para a etapa seguinte. Nela, os participantes deverão entregar os móveis. Eles serão expostos no Salão Design, passando pelo crivo de uma nova comissão julgadora.

Reaproveitamento de madeira pode abrir oportunidades de negócios

Essa fase ocorrerá nos dias 27 e 28 de janeiro de 2020. No dia 10 de fevereiro serão anunciados os nomes dos vencedores. A cerimônia de premiação ocorrerá no dia 18 de março de 2020. Os projetos vencedores serão expostos na High Design do ano que vem.

Premiação chega a R$ 10 mil

Os vencedores das categorias que contemplam os profissionais levarão para a casa a quantia de R$ 10 mil. Já os estudantes premiados ganharão R$ 6 mil.

Para poder participar, é necessário comprovar atuação no mercado de móveis, seja trabalhando na área (categoria profissional) ou estudando (categoria estudantes).

A 23ª edição do prêmio Salão Design conta com o patrocínio de gigantes do mercado de móveis, como a Berneck e a Interprint do Brasil. A idealização e organização do prêmio são iniciativas do Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis).

Você pode ler o regulamento da 23ª edição do prêmio Salão Design, além de se inscrever na premiação, no site oficial do evento.

Você sabia que o eMóbile envia uma seleção das principais notícias do setor moveleiro para o e-mail dos seus leitores? Cadastre-se no canto superior direito desta tela. É de graça!

(com informações de assessoria)

Rehau compõe ambientes na Casa Cor Rio Grande do Sul

Empresa é líder de mercado e atua em mais de 50 países

Publicado em 30 de agosto de 2019 | 13:00 |Por: Everton Lima

A Rehau apresenta três ambientes decorados com as suas fitas Raukantex na Casa Cor RS deste ano. Assinados por arquitetos renomados, os espaços mostram que muitos materiais usados na decoração podem ser substituídos por soluções de polímeros.

Assim, a marca, que é líder nesse mercado e desenvolve tecnologia de ponta nesse setor, demonstra a versatilidade dos materiais que comercializa. Os produtos usados nos projetos exibidos na mostra deste ano apresentam o que há de mais moderno no mercado de PVC e ABS e na confecção de fitas de borda.

Arquitetos usam Rehau nos ambientes

“A Sala do Luiz”, de Izabela Pagani, conta com a fita de borda “Pau-Ferro” na estante principal do ambiente. A arquiteta também usou fita de borda Ébano Chess para construção da escrivaninha dentro da estante.

Sala do Luís utiliza produtos REHAU

Já os arquitetos Marcelo Polido e Ana Hnszel usaram, no seu ambiente “Tempo de Estar”, fitas de borda como, Tinto Trend, Grafito Chess e Ébano Chess. Os produtos compõem a estante de livros com a adega de vinhos.

Tempo de Estar- REHAU

Tempo de Estar é outro ambiente que está na Casa Cor RS deste ano

Casa Cor RS 2019

Para visitar os ambientes, além de ficar antenado com o que há de mais moderno na arquitetura nacional, fique atento: a Casa Cor RS vai até o dia 8 de setembro. Neste ano, a edição gaúcha do evento está localizada na Av. Ceará, 1.549, no Antigo Hospital da Criança Santo Antônio.

O valor do ingresso custa R$ 40, de terça a sexta-feira. Aos finais de semana, R$ 46. Também é possível adquirir passaportes. Eles, por sua vez, dão direito a várias visitas. Os valores variam de R$ 70 (duas visitas) a R$ 180 (ilimitado).

Eventos do setor moveleiro: Sindmóveis divulga o design

Ademais, vale lembrar que a Rehau já surpreendeu o público em uma outra edição da Casa Cor de 2019, dessa vez a de São Paulo. Na ocasião, as arquitetas Patrizia Genovese e Andrea Camasmie assinaram o projeto Padaria Dona Deôla. A diversidade de cores das fita de borda da marca, certamente, possibilitou o tom de rosa ideal para compor a décor.

REHAU- Ambiente Dona Deôla

Ambiente Dona Deôla usou as fitas da REHAU em sua bancada

(com informações da assessoria)

 

Eventos do setor moveleiro: Sindmóveis divulga o design

Entidade se fez presente em eventos importantes do setor mobiliário para falar do livro que resgata sua história recente

Publicado em 26 de agosto de 2019 | 09:30 |Por: Everton Lima

O Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis) está aproveitou dois importantes eventos do setor de móveis para divulgar as suas novidades. Na DW! Design Weekend São Paulo, a entidade lançou seu livro “30 anos de Design: a construção da competitividade do setor moveleiro nos projetos do Sindmóveis Bento Gonçalves”.

Em suma, a obra resgata as conquistas e contribuições do Sindmóveis para o fortalecimento do design brasileiro. Por isso, o sindicato também esteve presente na edição de 2019 da High Design para falar da próxima edição do Prêmio Salão Design. Em ambas as oportunidades, a instituição reforça o seu compromisso junto ao mercado moveleiro do Brasil.

Eventos do setor de móveis valorizam o design

O livro é um resgate da história recente do Sindmóveis. Há relatos que contam os trabalhos desenvolvidos desde 2006. Contudo, a instituição não se esquece da influência dos imigrantes italianos para a formação da personalidade de muitos projetos de designers.

Assim, um exemplo dessa influência, é o trabalho da designer gaúcha Marta Manente. Com grande destaque no cenário internacional, a profissional faz parte de outra iniciativa do Sindmóveis: o projeto Raízes. Trata-se de uma ação que reúne profissionais brasileiros. Sendo assim, o objetivo é divulgar o design de móveis nacionais no cenário mundial.

Não basta ser bonito, tem que ser bom para a postura

Todavia, na High Design, representantes do Sindmóveis falaram das novidades da edição de 2020 do Prêmio Salão Design. Desde de 1988, a entidade premia profissionais e estudantes que apresentam projetos inovadores.

Contudo, tantas contribuições mostram a história do sindicato como uma instituição empenhada em incentivar o mercado mobiliário brasileiro. Para o presidente do Sindmóveis, Vinícius Benini, essa trajetória precisa ser valorizada: “Como determinar o futuro de nossos projetos sem tomar conhecimento de como chegamos até aqui? É importante deixarmos registrada a continuidade de nossas ações ao longo dos anos para formalizar que não é por acaso a credibilidade do Sindmóveis em ações voltadas ao setor”, revela.

Além dos eventos do setor de móveis, o Sindmóveis irá às embaixadas estrangeiras para divulgar o livro. Exemplares da publicação serão distribuídos para os diplomatas e empresários que estiverem nesses locais.

 


eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646