Supersalone 2021: sustentabilidade e ciclo de vida do móvel

Presidente do Salone del Mobile, Maria Porro diz que empresas estão olhando mais para sustentabilidade e o ciclo de vida do móvel

Publicado em 7 de setembro de 2021 | 19:40 |Por: Thiago Rodrigo

“Todo mundo está falando de sustentabilidade, mas espero que não seja tarde”, disse Maria Porro, a nova presidente do Salone del Mobile Milano, que realiza a maior feira de design de móveis do mundo. O iSalone, como é conhecido, ocorre em formato especial neste ano ainda atípico, como Supersalone 2021 desde o dia 5 e até o dia 10 deste setembro.

Na coletiva de imprensa neste dia 7 de setembro, ela apontou que o móvel, feito de tantos materiais, parece ser simples de ser manufaturado, mas não é. Para além do produto acabado seja com madeira, metal, pedras, couros, vidros e outros componentes e insumos, uma parte muito importante do mobiliário é o ciclo de vida, considerando não apenas de onde o móvel vem, mas para onde o móvel vai, e também a responsabilidade social das empresas moveleiras.

“Há uma outra vida depois, eu sinto que as marcas estão pensando a respeito desse aspecto. Não é menos é mais, mas talvez estejamos voltando para a essência do móvel”, disse e acrescentou: “Penso que as empresas de móveis têm de pensar em ambas as partes: de onde vem e para onde vai, além dos materiais, as condições de trabalho das pessoas da empresa, os locais de trabalho são bons ou não, eles usam boa energia?”.

Mobiliário brasileiro no Supersalone

Diante dessas questões, ela considera que o Salone del Mobile tem a oportunidade de questionar e debater isso enquanto as empresas fazem o mesmo com base na pesquisa. “O filósofo italiano Petrosini me disse que o ser humano é um agricultor e um guardião. Se for somente um guardião, o mundo para. Se for somente um fazendeiro, o mundo pode ser destruído. O balanço está entre esses aspectos”, disse Maria.

Ela não acredita que tem de parar a pesquisa, porque faz parte da natureza do ser humano, mas fazer o mesmo balanço e dar a mesma importância tanto para o lado guardião quanto para o lado fazendeiro/agricultor, sendo importante falar da essência da empresa para todos. “É importante comunicar para os consumidores. Somos responsáveis pelo produto e pelo reuso, a segunda vida do móvel”.

Maria Porro comentou sobre os escritórios de trabalho. “Talvez as marcas de móveis possam oferecer serviços, então, não somos apenas vendendo a cadeira, mas além de vendendo, porque afinal é um negócio, mas também para manter o móvel. Então há também uma segunda vida. Sim, é preciso mais a essência, não só o produto, mas a história dele, que dure”.

Acompanhe mais sobre a cobertura do Supersalone 2021 aqui e nas revistas Móbile Lojista e Móbile Fornecedores.

Supersalone 2021


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646