Sustentabilidade marca 3º dia de ForMóbile 2022

Grande aliada ao uso racional de recursos, tecnologia também teve espaço garantido no terceiro dia de evento

Publicado em 8 de julho de 2022 | 05:07 |Por: Thiago Rodrigo

Uma ação sustentável vai além da questão ambiental, envolve também economia circular, responsabilidade social e inclusão. Após décadas de consumo desenfreado e descarte irregular de lixo, o mundo reforça cada vez mais o apelo por iniciativas sustentáveis. Na área da indústria moveleira não é diferente.

A Design Week de Milão 2022 teve como temática focal a responsabilidade social, incentivando as marcas a usarem materiais e estruturas que pudessem ser reaproveitadas em eventos futuros ou doados para instituições de caridade.

No Brasil, a ForMóbile – Feira Internacional da Indústria de Móveis e Madeira segue o mesmo caminho. A feira realizou um trabalho junto aos expositores para aumentar a consciência sustentável, priorizando a redução de materiais descartáveis e o uso inteligente e racional dos recursos.

A preparação começou antes mesmo do evento. A ForMóbile antecipou as credenciais dos inscritos no formato digital para reduzir a impressão de papel e priorizou os comunicados digitais. Os materiais que necessitam de impressão, como os mapas da feira, foram feitos em papel FSC – Certificado.

Leia tudo sobre a ForMóbile

A orientação geral para as marcas expositoras em 2022 foi sobre o uso inteligente de transporte e materiais, como o estímulo à adesão de lâmpadas LED nos estandes para a redução do consumo de energia e o uso de estruturas reaproveitáveis. Cerca de 20% de todo o carpete da feira também são de reuso.

Como sustentabilidade é mais do que questões ambientais, a Informa Markets, organizadora da ForMóbile, contratou para esta edição um amplo e diversificado quadro de colaboradores, incluindo pessoas com deficiência.

“Entendemos que a inclusão é parte fundamental da responsabilidade social. Se queremos um mundo melhor, mais verde e com mais consciência, precisamos iniciar o processo pelas pessoas”, explica o show manager da ForMóbile, Tatiano Segalin.

Sustentabilidade entre expositores

A dinâmica proposta pela Informa Markets teve adesão por parte dos expositores. Anderson Rios, consultor do mercado moveleiro e de marcenaria há 17 anos, é um dos participantes da ForMóbile que trabalha com incentivo à sustentabilidade. Rios desenvolve projetos com seus clientes sobre o uso correto e seletivo de insumos, métodos para adoção de energia limpa e tratamento para água de reuso.

“Trabalhar de uma forma sustentável contribui não só para o meio ambiente, trata-se de um ecossistema. Aderir a essa questão também ajuda no protagonismo social da marca, além de contribuir para uma boa gestão humana e financeira”, explica. Anderson lançou na feira o produto Afiando a Serra, um streaming dedicado a aulas de marcenaria. A plataforma traz, em conjunto com profissionais parceiros, cursos de gestão, marketing e projetos do básico ao avançado.

Confira os lançamentos das empresas na ForMóbile

No São Paulo Expo é possível conhecer centenas de iniciativas sustentáveis entre os expositores da ForMóbile. A organização ofereceu ações de divulgação gratuita para marcas que utilizem green smart materials, além de patrocinar projetos como o da Mach CNC – que utilizará materiais da feira para produção de móveis que, posteriormente, serão doados para entidades sociais, em ação intitulada Luz do Sol, que tem patrocínio da ForMóbile.

Em sua primeira participação na ForMóbile, a Mach CNC apresenta no pavilhão três máquinas de corte de painéis de madeira de forma autônoma. “É a nossa primeira ForMóbile e está superando as nossas expectativas. Nesses primeiros dois dias de feira, fechamos R$ 2 milhões em vendas. É um número muito bom”, explica o diretor da empresa, Milton Machado.

Os painéis cortados no estande da Mach CNC já têm destino certo. “Junto com outras organizações como a Hal Design, ForMóbile, Anderson Rios Consultoria, Afiando a Serra e Ideal Maq, doaremos por volta de 70 painéis para a casa São João Paulo II, que dá assistência a dependentes químicos. Os painéis serão transformados em 15 beliches para as 30 pessoas acolhidas pelo projeto e mais 10 armários grandes”, conta Machado.

Sustentabilidade Greenplac

Outra empresa expositora com forte agenda sustentável é a Greenplac, fabricante de painéis de MDF. A gerente de marketing da empresa, Laís Carelo, explica mais sobre como o cuidado com o meio ambiente está no cerne da companhia.

“Cada pedacinho do nosso MDF importa para nós. Esse DNA sustentável é muito importante e a gente faz isso por meio de parcerias muito sólidas. As obras de arte que estão na frente do estande e a nossa parceria com o projeto Gerando Falcões mostram nossa preocupação nesse sentido, como reaproveitamento e cuidado com os produtos”.

As obras de arte que Laís comenta fazem parte da ação Design Circular, da Greenplac, na qual tiras sobressalentes de MDF são doadas a artistas para a criação de peças. O mesmo será feito com os painéis utilizados pela empresa na ForMóbile deste ano, que serão doados para o Instituto Resgatando Vidas, do grupo Gerando Falcões.

Leo Social

Treinamento e capacitação também são iniciativas frequentes entre as empresas do setor moveleiro que participam da ForMóbile. Com 109 lojas espalhadas por todas as regiões do Brasil, a distribuidora de insumos para marcenaria Leo é um exemplo.

“A Leo Social está presente formando marceneiros, fazendo banco de empregos, conectando as marcenarias com os estudantes da prática, trabalhando com a sustentabilidade do setor, com o propósito de disseminar conhecimento e desenvolver esse mercado”, explica o gerente de marketing, Jorge Aharonian.

Até o terceiro dia da ForMóbile, a Leo trouxe mais de mil profissionais em caravanas para visitar o evento. “Para a Leo, a ForMóbile é um banco de negócios muito importante. Conseguimos aqui um volume de negócios muito significativo, porque é o momento de mostrarmos as máquinas energizadas e os visitantes podem conhecê-las em detalhe. Muitos dos nossos negócios realizados na feira estão relacionados a ferramentas elétricas e máquinas. Os negócios fechados até o momento estão surpreendendo as nossas expectativas”, conta Aharonian.

Outras empresas

Já a Frisokar, empresa do segmento de mobiliário corporativo, usou em seu estande materiais e utensílios que podem ser reaproveitados em outros eventos. O espaço foi elaborado em conceito aberto, usando o mínimo possível de estruturas de madeira que serão reaproveitadas em outras ocasiões. O piso também é reutilizável, bem como as telas e prateleiras para produtos. Uma das paredes do estande foi construída com as sobras de caixas de papelão utilizadas pela empresa.

“A ForMóbile já é uma instituição para o setor moveleiro; é aqui que os principais negócios acontecem. Gosto muito de ver esse incentivo a práticas sustentáveis, não cabe mais no mundo de hoje instalações descartáveis e exageradas”, explica o gerente de negócios da marca, Luis Morales. Segundo ele, esta edição da feira superou as expectativas. “O evento deste ano está muito bom. Temos recebido uma visitação muito qualificada e nosso estande está cheio desde o primeiro dia. Temos excelentes perspectivas de negócios”, explica.

Cobertura completa da ForMóbile na Fornecedores 320

A Hettich, do grupo Bigfer, trouxe ao pavilhão experiências de tecnologia e sustentabilidade. Uma das atrações do estande da empresa é a Cozinha do Futuro, toda automatizada por comando de voz. A fabricante de acessórios para móveis apoia o projeto da Ong SOS Mata Atlântica, com o qual contribuiu com 2 mil mudas para ações de reflorestamento.

“Sabemos que a mata atlântica tem mais de 1 milhão de quilômetros quadrados em sua cobertura original, porém, apenas 12,4% dos remanescentes atuais são originais. É dever nosso colaborar para um mundo mais verde e sustentável, por isso ingressamos nesse projeto”, explica Leticia Kercher, supervisora de marketing da empresa.ForMóbile

Tecnologias

Grande aliada dos recursos sustentáveis, a tecnologia também marcou presença na ForMóbile 2022. Vasco Martins, da SV Martins, apresentou, no Palco de Atrações, um comparativo entre as tecnologias brasileira, europeia e asiática para o setor moveleiro e quais são os principais desafios a serem vencidos.

De acordo com o especialista, o mercado internacional está focado na competitividade global e no aprimoramento tecnológico. “Indústrias europeias e asiáticas já estão caminhando para o processo 5.0 que, ao contrário do que muita gente pensa, é focado no ser humano. Além da tecnologia de máquinas, existem as tecnologias do conhecimento, que são insubstituíveis”.

Como principal tendência no mercado internacional, o palestrante destacou a implantação de centros integrados de corte, com o objetivo de otimizar a produção e reduzir custos. Vasco ainda destaca que o Brasil precisa evoluir mais nas questões mercadológicas, tecnológicas e ter foco na produtividade.

“É muito importante investirmos em conectividade para uma cadeia mais integrada. Uma indústria 4.0 exige conectividade desde os clientes até os fornecedores, além de monitoramento de produção. Quando a maioria das empresas estiverem nesse patamar, sejam grandes ou pequenas, estaremos prontos para caminhar para o próximo estágio”.

Escola de Conectividade

O Senai trouxe para a ForMóbile a Escola Móvel de Conectividade, com serviços e tecnologias desenvolvidas para o setor moveleiro. A analista de tecnologia da escola, Kaori Hori, explica as ferramentas presentes no estande.

“O Senai integra tecnologias com ênfase em 5G, wi-fi 6, metaverso, realidade virtual e realidade aumentada”. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial apresenta, de maneira prática, ao público, ferramentas como a IoT, mostrando como podem ser aplicadas na indústria moveleira.

“Estamos apresentando também algumas funções de cibersegurança em parceria com a Cisco. Como experiência de IoT, temos o monitoramento de uma máquina de sorvete à distância. Ela poderia estar em qualquer estande aqui da feira, o mais longe possível, que conseguimos coletar dados dessa máquina”, explica Hori.

Já no estande da Givi, o visitante encontra ferragens que proporcionam o melhor uso do espaço aliado à praticidade e tecnologia. O diretor da empresa, Gilson Villatore, conta quais são as novidades da marca para esta edição da ForMóbile.

“Apresentamos as portas Exedra 2, que abrem de maneira sanfonada e permitem a visualização completa do armário. Temos o sistema autônomo wave, em que portas de vidro ou madeira podem ser embutidas nas paredes, nos modelos PS 65 e PS 66, e acionadas por sensores de movimento e dispositivos como assistentes de voz. A feira está bem frequentada, já notamos pelo primeiro e segundo dia que a visitação está muito boa e qualificada, então, está perfeito”, conclui.

Receba nossa Newsletter

    Matérias Relacionadas