Evonik lança aditivos de compressão para colchões bed in a box

Evonik lança nova série de aditivos de compressão Ortegol® 700 em apoio ao chamado mercado de colchões Bed in a Box

Publicado em 14 de outubro de 2021 | 08:00 |Por: Thiago Rodrigo

A Evonik lançou a série Ortegol® 700 de aditivos para poliuretano que melhoram de maneira significativa a qualidade final das espumas flexíveis comprimidas. Com o novo aditivo, os colchões comprimidos se dilatam e recuperam o seu volume original com maior rapidez. A série Ortegol® 700 também foi concebida para melhorar o desempenho final das espumas comprimidas, especialmente após longos períodos de armazenamento e transporte, sendo ideal para colchões bed in a box.

“O mercado de espumas flexíveis comprimidas vem crescendo de maneira constante nos últimos anos. Com a pandemia da Covid-19, as vendas no segmento “Bed in a Box” dispararam na medida em que os consumidores só conseguiam adquirir colchões online embalados em caixas”, diz Ralph Marquardt, responsável pelo negócio de aditivos de poliuretano na Evonik.

“É por essa razão que melhorar as propriedades de compressão das placas de espuma de poliuretano hoje é mais importante que nunca. Para ajudar a indústria a aproveitar essa alta demanda, nossas equipes técnicas vêm trabalhando com afinco no desenvolvimento dessas novas soluções revolucionárias e em seu rápido lançamento no mercado”, acrescenta.

Colchões bed in a box

O fornecimento de espumas comprimidas aos fabricantes de colchões ou de rolos de espuma também aumentou de maneira dramática a fim de suprir a nova demanda. No entanto, é comum que as espumas demorem a recuperar a sua forma após a entrega, impossibilitando um pronto processamento. Em muitos casos, as espumas nem se recuperam totalmente, fazendo com que sejam inadequadas para a produção de colchões e acabem sendo descartadas.

Além disso, os consumidores finais querem que os produtos estejam prontos para uso assim que saem da embalagem. Quaisquer deformidades na espuma em razão de longos períodos de armazenamento em caixas pode resultar na devolução dos colchões, elevando em muito as taxas de descarte, gerando tarifas de retorno onerosas e reduzindo as chances de nova compra por parte do consumidor.

Produção de móveis aumentou em maio

A Evonik desenvolveu e lançou seus aditivos Ortegol® 700, Ortegol® 701 E Ortegol® 702 para ajudar a indústria a superar essas dificuldades. Com resistência significativamente melhor ao desgaste, os novos aditivos foram otimizados contra odores e emissões. Cada um deles passou no teste de câmara de VOC. Além disso, o Ortegol® 701 também é indicado para aplicações em assentos automotivos, em conformidade com as exigências mais recentes da norma VDA 278.

Recomendados para uso em combinação com a linha de catalisadores Dabco® NE e surfactantes Tegostab® da Evonik, otimizados do ponto de vista das emissões, todos os três novos produtos Ortegol® reduzem o tempo de cura anterior à compressão, ajudando a reduzir custos e melhorar significativamente a deformação residual por compressão durante os testes de rolagem. No caso do Ortegol® 702, as espumas podem ser comprimidas muito mais cedo após a cura, comumente atingindo a recuperação plena em cerca de um dia após um longo período de compressão. Clique aqui para ver vídeo apresentando simulação com um colchão enrolado armazenado usando o método de teste de rolagem.


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646