Grupo Häfele tem queda de 7,3% na receita em 2020

Relatório Financeiro de 2020 aponta confiança gerada por meio da recuperação a partir do terceiro trimestre

Publicado em 17 de março de 2021 | 10:21 |Por: Thiago Rodrigo

Em 2020, o ano de crise da pandemia, o Grupo Häfele, fornecedor de ferragens, sistemas de controle de acesso eletrônico e iluminação LED, registrou uma queda na receita de 7,3% (-4,6% quando ajustado para efeitos cambiais), até 1,39 bilhões de euros. Com a significativa recuperação iniciada no terceiro trimestre, os efeitos da crise global foram mantidos dentro de limites administráveis pela gestão da empresa.

No período de outubro a dezembro de 2020, a receita do grupo voltou aos níveis do mesmo período do ano anterior. Ajustado pelos efeitos cambiais, esse período efetivamente registrou crescimento de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Isso aumentou as esperanças para 2021.

Internacionalidade mantém estabilidade

Na crise financeira global de 2009, a Häfele teve uma queda ainda maior nas receitas. Na nova crise, a empresa familiar baseada em Nagold, na Alemanha, se beneficiou de sua diversificação internacional. Segundo a multinacional, estar presente em 150 países mais uma vez provou ser uma âncora de estabilidade, como demonstram os números da empresa e os desenvolvimentos verificados em várias regiões do mundo.

Os negócios da empresa controladora na Alemanha permaneceram mais ou menos estáveis, registrando uma queda de 1,3%, enquanto a Europa Ocidental relatou uma queda de 9,3%. Reino Unido, Itália e Espanha sofreram as maiores quedas de receita na região.

Quedas ainda maiores de -20% ocorreram no sul e sudeste da Ásia (incluindo a Índia), enquanto outras regiões, como o leste da Ásia e a Oceania, com seus principais mercados como Austrália e China, fecharam um pouco acima dos números do ano anterior, assim como a Europa Oriental.

Divulgação Häfele

Häfele

Pesou para a Häfele sua presença na China e outros países asiáticos

Projetos da Häfele

Um fator importante no declínio da receita de Häfele foi o fechamento global de viagens de negócios e turismo. Isso foi sentido de forma particularmente forte nos mercados asiáticos. Com o serviço de projeto 360° no setor de hospitalidade, a Häfele se posicionou de forma muito positiva nessas regiões nos últimos anos, mas vários projetos foram interrompidos em 2020.

Está no ar a Móbile Fornecedores 305

Por outro lado, o segmento de marceneiros/marceneiros de longa data da Häfele provou ser extremamente resistente a crises em todo o mundo. A situação era completamente diferente na indústria de móveis, onde as coisas se mostraram extremamente voláteis. De acordo com a empresa, tudo começou com uma queda acentuada seguida por uma rápida recuperação devido à tendência de “retorno” desencadeada pela pandemia.

Adaptando-se à pandemia

Diante da situação, o Grupo Häfele adotou medidas para proteger a cadeia de abastecimento já a partir de fevereiro de 2020 – inclusive após o fim da crise – e para interligar mais estreitamente as empresas. A demanda global foi comparada com os estoques globais para melhorar ainda mais o fornecimento de produtos aos clientes. A operação simplificada de gestão de estoque permitiu que a empresa permanecesse pronta para entregar ao longo do ano, sem gargalos notáveis. O fornecimento de estoques necessários às empresas foi garantido.

Divulgação Häfele

Häfele

Sibylle Thierer, CEO da Häfele

De modo geral, durante o ano, Häfele respondeu rápida e dinamicamente às adversidades e desafios apresentados pela pandemia. Todos os processos de trabalho em todas as áreas da empresa foram adaptados aos riscos da pandemia no mais curto espaço de tempo e com um tremendo esforço da força de trabalho. Regras abrangentes aplicadas no departamento de Administração, para trabalho em home office, logística e em vendas garantiram que as operações continuassem sem interrupção.

Perspectivas da Häfele

“Como todos nós descobrimos, a pandemia seguiu seu próprio curso dinâmico, imprevisível e incontrolável”, resume a diretora-gerente, Sibylle Thierer. O desempenho da Häfele durante todo o ano de 2020 foi melhor do que o que havia sido previsto em maio.

A recuperação durante o outono teve um efeito tão positivo quanto o enorme impacto da pandemia. Tendo em vista as lições aprendidas, a empresa seguirá com cautela em 2021. Os investimentos planejados de 60 milhões devem ser vistos dentro de um contexto estratégico e serão feitos em logística, processos baseados em TI, bem como novos serviços para aliviar a carga sobre clientes.

Em suma, a Häfele olha para o novo ano com confiança. Isso é impulsionado pelo conhecimento de que, visto a médio prazo, nada resta do muito maior feito pela crise financeira global de 2009. “Häfele tem a coragem, a criatividade e a energia para sair fortalecida de uma crise. Também enfrentaremos a crise de 2020-21 com otimismo e, como uma empresa familiar com uma mentalidade de longo prazo, também buscaremos as oportunidades que se abrem para nós”, afirma Sibylle Thierer.


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646