Movergs encaminha ofícios contra alta de matéria-prima e mudanças na reforma tributária

À Abimóvel, documento pede medidas urgentes de proteção às indústrias moveleiras gaúchas e nacionais, e ao Governo do Estado do RS reforçou a importância de que o setor moveleiro gaúcho mantenha o desconto na base de cálculo na faixa de 12% do ICMS

Publicado em 20 de agosto de 2020 | 11:55 |Por: Thiago Rodrigo

Neste mês de agosto, a Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs) encaminhou ofícios à Abimóvel e ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul que trataram da alta de matéria-prima e possíveis mudanças na reforma tributária, respectivamente.

Para a Abimóvel, o documento, assinado pelo presidente da entidade, Rogério Francio, pede medidas urgentes de proteção às indústrias moveleiras gaúchas e nacionais junto ao Governo Federal em relação aos fornecedores de matérias-primas e ao aumento dos preços, especialmente na área de painéis de madeira, como MDP revestido e cru.

Carlos Ferrari

Movergs sobre a Reforma Tributária

Rogério Francio, presidente da Movergs

Francio enfatizou que essas situações não ocorrem apenas nesse difícil momento de pandemia, mas têm sido recorrentes em diferentes momentos nos últimos anos. Para o dirigente, as indústrias têm sido penalizadas pela constante alta de imposto, pelo aumento do frete e da energia elétrica, pela forte desvalorização do real frente à moeda norte-americana. E pelo comportamento de fabricantes, o que é extremamente grave e têm gerado grande dificuldade no controle de custos dos negócios, pois nesse momento, é inviável o aumento no preço para lojistas e consumidores.

Móbile Talks: Kika Fazollo conversa com Marta Manente

Associados verificaram que apenas no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2019, a exportação do MDP cru para a China registrou aumento de 700%. Caso muito semelhante ocorreu com os Estados Unidos, com alta de mais de 600%. As indústrias não podem ser punidas pela falta de políticas de mercado e instabilidade de preços.

Reforma Tributária

Outro ofício, encaminhado ao Governo do Estado do RS, fez referência à nova proposta de mudanças na Reforma Tributária e redução no número de alíquotas de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de cinco para apenas duas faixas. No documento, a Movergs reforçou a importância de que o setor moveleiro gaúcho mantenha o desconto na base de cálculo na faixa de 12% do ICMS.

Veja os ofícios Ofício 079-2020 – Preocupação matérias-primas Abimóvel e Ofício 081-2020 – Reforma Tributária Governador do RS.


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646