Relatório Brasil Móveis traz um panorama do setor moveleiro

O anuário é produzido pela Abimóvel e Apex-Brasil em parceria com o IEMI e trata-se de um importante estudo sobre o mercado moveleiro

Publicado em 25 de setembro de 2019 | 09:46 |Por: Everton Lima

O relatório Brasil Móveis – 2019, traz uma série de dados sobre o impacto social e econômico da indústria moveleira brasileira. Com riqueza de informações, o documento é recomendado para empresários e profissionais do segmento. Um importante reforço no momento de tomar decisões e traçar estratégias mercadológicas.

Este é o quinto ano consecutivo que o anuário é produzido pela Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) em parceria com o IEMI– Inteligência de Mercado.

De acordo com a presidente da Abimóvel, Maristela Longhi, o Brasil Móveis trata-se de um importante estudo sobre o mercado moveleiro. “Demonstra os números do setor moveleiro quantitativa e qualitativamente, o que comprova o potencial da indústria moveleira brasileira”, sublinha a presidente.

Indústria de móveis e colchões

A produção do mercado de móveis e colchões atingiu a cifra de R$ 67,4 bilhões. Isso apenas em 2018. Ademais, esse setor empregou mais de 260 mil pessoas, entre empregados diretos e indiretos. Isso equivale a 3,3% de todos os trabalhadores alocados na produção industrial.

Assim, fica evidente a força do mercado moveleiro como um dos agentes econômicos capazes de incentivar a geração de empregos no Brasil. O anuário ainda mostra que a produção de móveis é capaz de contribuir com geração de impacto social positivo. Isso graças aos investimentos que os empresários desse ramo fazem para gerar desenvolvimento.

– Black Friday 2019: omnichannel é palavra de ordem no varejo
– Não basta o móvel ser bonito. Ele precisa ser bom para a postura!

Em 2018, mais de R$ 1,17 bilhão foi investido no setor de móveis, seja na aquisição de máquinas, desenvolvimento de produtos, contratação, ampliação de fábricas etc.

Indústria moveleira de Norte a Sul

O anuário ainda destaca que todas as regiões brasileiras contam com um polo industrial moveleiro. Todavia, chama a atenção que 78,1% das empresas produtoras de móveis estejam nas regiões Sul e Sudeste.

Essa característica se deve à grande relevância desses estados para a economia, além da concentração populacional, o que gera demanda por consumo desses produtos.

Considerando a dificuldade de transporte de móveis produzidos em regiões mais distantes, justifica-se essa elevada presença de fabricantes nessas regiões. Não por acaso, grandes eventos e feiras ocorrem nesses estados, como o Congresso Nacional Moveleiro e a Mercomóveis.

Contudo, essas são apenas algumas das informações que o relatório Brasil Móveis – 2019 traz ao público. É possível adquirir o Brasil Móveis 2019 no site do IEMI.

(com informações da assessoria)

 


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646