Prefeitura de Ubá/MG delibera funcionamento parcial das indústrias de móveis

Produção industrial permanece suspensa, mas atividades de apoio como financeiro, carga/descarga e manutenção foram liberadas.

Publicado em 26 de março de 2020 | 18:17 |Por: Guilherme Bonissate

Na noite desta quarta-feira, dia 25, a Secretaria de Saúde de Ubá/MG publicou uma deliberação que permite o funcionamento parcial das indústrias moveleiras no município, que é um dos mais importantes polos moveleiros do país.

O texto estabelece, entre outras medidas, a permissão para funcionamento parcial de algumas atividades de apoio administrativo como, por exemplo, limpeza, carga e descarga e setor financeiro. Destaca-se que a atividade de produção continua suspensa, conforme Decreto Municipal 6361/20, publicado no dia 22 de março.

A Deliberação 01/2020 foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial Eletrônico do Município e já está em vigor.

Para adotar ao funcionamento, as indústrias precisarão tomar algumas medidas, entre elas comunicar ao Centro de Referência de Saúde do Trabalhador – CEREST, informando quais setores estarão em funcionamento, além de nomes e cargos dos funcionários em atividade.

Para o prefeito da cidade, Edson Teixeira Filho, quando se definiu o fechamento de comércio e indústrias não consideradas essenciais, buscava-se reduzir concentração de pessoas em um único local ou em ruas de muito trânsito de pedestres o que segundo especialistas, favorece a disseminação do vírus. “Este processo de prevenção ao vírus é muito dinâmico e infelizmente exige de nós administradores públicos decisões que contrariam interesses, colidem com a economia, mas são absolutamente necessários, pela história recente nos países muito afetados. Esta fase prevista na Deliberação, nos permite preparar as empresas para retomarem a produção assim que se mostrar seguro, do ponto de vista do pico de infestação previsto para as próximas semanas. Não existe consenso sobre qual a melhor estratégia, manter somente idosos e de saúde sensível em isolamento ou fazer uma quarentena mais ampla, lembrando que os mais jovens e saudáveis, ao voltarem para casa terão contato com as pessoas do chamado grupo de risco” explicou o prefeito.

O chefe do executivo ubaense também falou sobre os impasses entre os governos estaduais e federal. “Esperamos que os Governos Estaduais e o Governo Federal cheguem a um denominador comum sobre a metodologia a ser utilizada, esquecendo um pouco a política e não pressionando em demasia os prefeitos que acabam tomando atitudes isoladas e diferenciadas. Assim que haja clareza de pensamentos e atitudes, novos decretos poderão ser emitidos, para flexibilizar ou se necessário infelizmente para maior rigor” disse Edson.

Além disso, deverão adotar ações de prevenção ao contágio pela COVID-19, como intensificação das ações de limpeza, disponibilização de álcool 70% e equipamentos de proteção individual aos trabalhadores, manter distância mínima de dois metros entre os colaboradores, dentre outras.

O Intersind – Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Mobiliário de Ubá (MG) foi procurado pela nossa reportagem, mas preferiu não se manifestar.

 

Imagem destaque: Prefeitura Municipal de Ubá – divulgação


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646