Black Friday 2020: o que vai levar o consumidor às lojas?

29% dos consumidores pretendem comprar móveis e decoração é o que indica a pesquisa Boca de urna – Black Friday 2020 realizada pela Social Miner

Publicado em 24 de novembro de 2020 | 10:52 |Por: Cleide de Paula

A primeira Pesquisa Boca de urna – Black Friday 2020 realizada pela Social Miner anunciava que a Black Friday iria aquecer o varejo no final do ano. Afinal, cerca de 30 dias antes do evento, 1/3 dos consumidores que tinham intenção de comprar já estavam em busca de ofertas.

Black Friday: instabilidade no e-commerce significa prejuízo

O consumidor brasileiro está bem familiarizado com a Black Friday. Afinal, a data — que foi “importada” dos Estados Unidos e é comemorada desde 2010 por aqui — já é conhecida por 99% do público. Mas, considerando que 2019 foi apontado como o ano de consolidação do evento no país, essa popularidade não chega a ser uma surpresa e a sazonalidade segue gerando grande expectativa no mercado.

E, pelo que indica a pesquisa Social Miner, os varejistas não devem se decepcionar: cerca de 2/3 dos consumidores devem aproveitar as ofertas no período, enquanto outros 11% já estão fazendo suas compras.

Black Friday 2020

O que vai levar o consumidor às lojas na Black Friday 2020?

Assim como indicado na primeira pesquisa, a necessidade e o desejo devem guiar a busca dos consumidores por itens nos quais já estavam de olho — mas que, agora, podem comprar com desconto.

Contudo, o mais curioso é que neste ano — possivelmente buscando investir com mais cautela diante da crise — 28% dos consumidores pretendem aproveitar a sazonalidade para adiantar as compras do Natal, enquanto 23% vão investir em itens que facilitem a
nova rotina — que, vale pontuar, desde o início das medidas de isolamento, vem exigindo cada vez mais estrutura em casa, uma vez que as pessoas têm passado mais tempo no lar, muitas vezes adotando o home office e esgotando as alternativas de lazer.

  • 17% dos consumidores das classes A e B vão aproveitar para estocar produtos que usam com recorrência X contra 7% do público C, D e E
  • 20% dos consumidores entre 16 e 29 anos devem comprar itens de entretenimento para família X contra 11% daqueles com 50 anos ou mais

Black Friday 2020
Perfil de quem não vai comprar?

Pouco mais da metade do público que não pretende comprar na data afirma que está economizando ou não pode gastar, enquanto 1/3 diz não confiar nas promoções.

Nesse contexto, bons descontos e o cuidado com a reputação da loja estão no topo da lista de ações, seja para fazê-los mudar de ideia e optar pela compra ou incentivar os indecisos.

  • 59% das mulheres não devem comprar porque estão economizando ou não podem gastar – X contra 43% dos homens
  • A confiança na loja faria 25% dos consumidores de 16 a 29 e 26% dos de 50 anos ou mais decidirem comprar X contra 12% daqueles entre 30 e 49
  • O delivery faria 9% dos consumidores de 16 a 29 anos e 8% daqueles entre 30 e 49 anos decidirem comprar X contra 2% daqueles com 50 anos ou mais
  • 25% daqueles das classes A e B não devem comprar porque preferem esperar as promoções de fim de ano X contra 4% do público C, D e E

Quando o consumidor vai buscar por ofertas?

Apesar de cerca de 2⁄3 do público já estar de olho nas ofertas — sendo que apenas uma pequena parcela deve deixar para conferir as promoções às vésperas ou mesmo na data — seguindo a tendência do ano passado, a maioria (45%) deve deixar para comprar no dia do evento.

Mas não podemos ignorar o grupo, tão representativo, de 31% dos consumidores que pretendem começar a comprar antes de 27 de novembro. Neste contexto, aliás, aquelas marcas que vem antecipando suas campanhas e ativando suas bases devem sair na frente, estendendo seus resultados por toda a sazonalidade.

Black Friday 2020
Onde o consumidor vai buscar por ofertas na Black Friday 2020?

Agora, quando falamos nos principais canais usados pelos consumidores, os aplicativos das lojas surpreendem e superam aqueles que tendem a ser os favoritos do público — sejam os sites de busca, como Google e Bing, como fontes tradicionais de pesquisa, ou os e-commerces ou lojas físicas, como principais ambientes de compra.

Esse comportamento coloca ainda a jornada omnichannel em evidência, apontando para a necessidade de se criar estratégias que integrem os diferentes pontos de contato da marca com o cliente, a fim de mapear seu comportamento, entender suas necessidades e ajudá-lo a encontrar o que precisa, independente de onde ele esteja — on-line ou off-line.

  • 13% dos homens pretendem pesquisar por ofertas no WhatsApp X contra 8% das mulheres
    Apenas 5% daqueles entre 30 e 49 anos devem comprar pelo WhatsApp de vendedores X
    contra 11% dos de 19 a 29 e de 50 anos ou mais
  • 33% dos consumidores das classes C, D e E devem procurar por promoções em lojas físicas X contra 26% do público A e B
  • 62% dos consumidores das classes A e B pretendem comprar em e-commerces X contra 38% do público C, D e E

E como não perder nenhum cliente?

Em uma data como a Black Friday, quando a batalha de preços é acirrada, outros fatores, que não as promoções, acabam ganhando maior relevância para o consumidor na hora de escolher onde ou de que marca comprar. E foi exatamente isso que buscamos ouvir do público, que, em primeiro lugar, apontou as altas taxas de frete — tão comentadas nos últimos meses — como principal fator de desengajamento.

Em seguida, fatores ligados à percepção de segurança — como a boa reputação da loja — e à experiência oferecida — seja pela variedade de opções ou informações de produtos — também se destacam.

  • 42% das mulheres deixariam de aproveitar uma boa oferta por falta de opções de produto
    X contra 34% dos homens
  • 51% dos consumidores das classes A e B abandonariam a compra por desconfiar do desconto X contra 34% do público C, D e E

A Social Miner é uma empresa referência em dados de comportamento e consumo do varejo brasileiro on-line que, através de tecnologia própria, cria acionáveis que possibilitam grandes marcas a aumentarem a quantidade e qualidade das suas vendas.


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646