O futuro do varejo é Omnichannel

Com o tema: “O futuro das lojas e dos shoppings centers”, Luiz Alberto Marinho destacou que o varejo do futuro é omnichannel, com a fragmentação dos canais de venda

Publicado em 27 de maio de 2022 | 16:09 |Por: Sandra Solda

“O varejo está passando por uma ‘supernova’. Mas não é o varejo que vai explodir, e sim aquela ideia antiga do varejo tradicional”! A afirmação foi feita por um dos mais importantes especialistas de varejo e shopping centers do país e diretor da Gouvêa Malls, Luiz Alberto Marinho, durante apresentação na Feira Brasileira do Varejo, na tarde de ontem, dia 26, na Fiergs.

Com o tema: “O futuro das lojas e dos shoppings centers”, o especialista destacou que o varejo do futuro é omnichannel, com a fragmentação dos canais de venda. “Na pandemia, o digital entrou mais na vida das pessoas. Hoje, o consumidor quer a integração do on e do off-line, quer ter a opção de ver a live de um produto, ir na loja experimentar, voltar para casa e comprar pela internet. Ele não precisa escolher um canal ou formato, pode navegar entre ambos naturalmente”, explicou.

Marinho também ressaltou que as novas gerações acham os lugares de compras entediantes, e precisam de um estimulo para ir até o local. É aí que entra a integração entre conteúdo, interatividade, centros comerciais com atrativos de entretenimento, cultura e comércio. “Em oito anos, a geração Z e a Alpha vão representar quase 50% da população brasileira e também da americana. Esse público precisa ser conquistado e por isso é necessário repensar a natureza do varejo”.

Para ele, outro ensinamento da pandemia foi de que trabalho não é onde se está, mas sim o que se faz. “Compra não é a loja onde se vai. É possível fazer essa transação de qualquer lugar e em qualquer hora, seja no online, no metaverso, no T-commerce, mobile, entre outros. Isso não fará com que a loja física morra. Pelo contrário, representa um renascimento”.

Durante a apresentação, salientou que o presencial deve ser uma experiência única e a base de dados dos clientes precisa estar atualizada para personalizar essa relação, aumentando a conversão. “Muitas vezes, a pessoa quer o que não sabe. A loja pode ser um teatro de descobertas”.

Nessa linha, o shopping center deixa de ser lugar de compra e passam a ser o que os especialistas chamam de terceiro lugar. O primeiro é a casa e o segundo, o trabalho. “O shopping será uma plataforma de conexão entre quem quer comprar e quem quer vender, mas também um local de socialização, onde se vive, trabalha, brinca e compra. Isso é varejoterapia ou a Disneyficação do shopping”, finalizou.

Luiz Alberto Marinho veio a Porto Alegre para a Feira Brasileira do Varejo a convite do Pontal Shopping. O empreendimento está sendo construído dentro do primeiro Life Center do Sul do Brasil, o complexo multiuso Pontal, em frente a orla do Guaíba – um dos principais cartões postais de Porto Alegre, com idealização pela SVB Par. A previsão é de que em novembro deste ano as operações estejam em pleno funcionamento.

 

Mais informações:

Luiz Alberto Marinho atuou em algumas das melhores agências de publicidade do país, como a J.W. Thompson, DPZ e Almap/BBDO. Em 1990, ingressou na área de shopping centers, tendo sido gerente de Marketing do BarraShopping e Fashion Mall, no Rio de Janeiro, Plaza Shopping, em Niterói, e ParkShopping, em Brasília. Ao longo da carreira, foi nomeado diretor nacional de Marketing da Comapps, diretor da Associação Brasileira de Anunciantes – ABA, coordenador do Comitê de Varejo da Associação Brasileira de Marketing Direto – ABEMD e fundou a BrandWorks. Em 2012, uniu-se ao Grupo Gouvêa de Souza, formando a Gouvêa Malls. Atualmente, é instrutor do International Council of Shopping Centers.

Foi colunista de importantes veículos de comunicação, tendo sido eleito “Melhor Jornalista de Propaganda e Marketing do País”, pelo Prêmio Comunique-se, em 2011. É co-autor dos livros Omniera, Marketing Direto no Varejo e Gigantes das Vendas. Já fez palestras em todo o Brasil e no exterior, em países como Estados Unidos, Portugal, México, Argentina, Colômbia, Venezuela, Uruguai, Chile, Peru, Equador, El Salvador, Guatemala, Paraguai e República Dominicana.

Receba nossa Newsletter

    Matérias Relacionadas