Representantes Comerciais buscam novas formas de atuação durante a pandemia

Categoria importante no setor moveleiro, profissionais comentam o processo de adaptação e como eles têm minimizado os impactos da crise

Publicado em 2 de junho de 2020 | 18:26 |Por: Guilherme Bonissate

A pandemia provocada pelo Coronavírus mudou a forma como muitas empresas e profissionais de diversas áreas atuam em seu dia a dia. As medidas restritivas que vieram junto com crise de saúde causam mudanças nos hábitos de consumo e exigem uma adaptação rápida e eficiente, a fim de minimizar o impacto econômico.

Segundo o instituto de pesquisa Kantar, somente em março de 2020, o consumo total do brasileiro caiu 8%, o que impacta diretamente na rotina dos representantes comerciais, uma classe que, mais do que nunca, precisa se reinventar.

Mais do que oferecer um produto, o representante comercial também é um prestador de serviço quando proporciona atendimento diferenciado. Informação de qualidade e conexão com outros profissionais é fundamental para apoiar o fortalecimento do segmento em que atua.

No setor moveleiro, que também vem sofrendo com a crise, a mudança de rotina foi inevitável, segundo os próprios profissionais do setor. Para Ari Graciano, representante da Móveis Peroba, que atua em São Paulo capital e algumas regiões da grande SP e em seu dia a dia normal chegava a atender 6 clientes por dia, a mudança foi radical. “Na primeira semana ainda deu para trabalhar, pois eu estava no Vale do Paraíba e região de Campinas. Quando voltei para São Paulo já não dava mais, pois o governo já tinha decretado fechamento do comercio. Parei sem saber o que fazer, pois a empresa também fechou” contou o representante de móveis infantis.

Ari Agraciano – Foto: Arquivo pessoal. “Vamos ter que lutar muito, nada será como antes. Logo teremos que ter boas novidades e investir muito mais na venda pela internet”.

Ari Agraciano – Foto: Arquivo pessoal. “Vamos ter que lutar muito, nada será como antes. Logo teremos que ter boas novidades e investir muito mais na venda pela internet”.

Ari também mencionou que a adaptação à nova rotina não foi fácil, já que estava acostumado a sair de casa todos os dias cedo e disse que o desespero dos clientes lojistas foi a parte mais difícil neste momento. “A maior dificuldade com os lojistas foram pagamentos. O desespero deles era muito grande e a empresa também não podendo abrir mão, pois também tinha seus compromissos. Isso doía na alma” lamentou.

Já o representante comercial Luciano Carvalho, da Focus Representações, que atua com as marcas Móveis Peroba, Estofados Peroba, Hug Baby, Kiddo do Brasil e Mega Star Baby na região Nordeste, nos relatou que o momento foi de aprendizado. “Procurei me aproximar mais dos meus clientes, verificando aqueles que insistiam com suas vendas, através das redes sociais, levando a eles algumas promoções, baixando até o percentual das minhas comissões. Venho fazendo isso até hoje e, graças a Deus, as vendas estão acontecendo” relatou.

Luciano Carvalho – Foto: arquivo pessoal. “Vai ser melhor do que antes, sempre!”

Luciano Carvalho – Foto: arquivo pessoal. “Vai ser melhor do que antes, sempre!”

Animado e esperançoso, o profissional mantém na fé a crença de dias melhores. “As dificuldades existem e todos nós sabemos disso! Mas temos que ser otimistas e ter muita fé, porque economia anda junto dos seus resultados. Você não pode parar e desistir nunca” enfatizou Luciano.

Outro representante ouvido pela nossa reportagem foi Bruno Frauches, da Frauches Representações, que trabalha na região Centro Oeste de Minas Gerais com as marcas Móveis Novo Horizonte, LE Estofados, UD Atacadista, Plumatex, Viero Móveis. Ele disse que chegou a paralisar as atividades por cerca de 30 dias, mas enxergou na crise da pandemia uma grande oportunidade “Na realidade, em minha visão já era mais que necessária essa mudança. A era digital já vem nos “atacando” por um bom tempo, porém muitos ainda não haviam enxergado essa situação como oportunidade. Sempre ouvia reclamações de clientes com relação ao e-commerce, mas até então não via nenhuma mudança por parte dos lojistas. Ficamos um grande tempo a espera do cliente, sendo que os grandes magazines já partiram na frente em oferecer produtos e serviços na comodidade dos consumidores, tanto via sites quanto via aplicativos” comentou Bruno.

Bruno Frauches – Foto: arquivo pessoal. “''Tudo vai ficar bem! Que esse futuro presente traga muito sucesso pra todos e que consigamos enxergar como oportunidade ao invés de crise.”

Bruno Frauches – Foto: arquivo pessoal. “”Tudo vai ficar bem! Que esse futuro presente traga muito sucesso pra todos e que consigamos enxergar como oportunidade ao invés de crise.”

Para ele, a maior dificuldade foi enfrentar o medo do que estava por vir, mas disse que dentro da sua atividade essa não foi a pior crise vivida. “Não enxergo como a maior crise. Foi uma situação inusitada para todos nós. Colocando-nos no lugar de consumidores, que também somos, nesta paralisação de ficar em casa acabamos enxergando os defeitos de muitos produtos e a necessidade de troca pelo seu uso contínuo. Isso vem impulsionando e muito as vendas” relatou.

As medidas de flexibilização do funcionamento dos comércios já vêm sendo colocadas em prática em várias regiões do país. Em São Paulo, por exemplo, o governo do estado já autorizou a reabertura gradual das atividades, após a aprovação do Plano de Retomada Consciente, em 28/05/2020, por meio da Resolução nº 02/2020.

Segundo o Core-SP – Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de São Paulo, a entidade cumprirá as orientações do Plano São Paulo, que segmentou as regiões do Estado de acordo com a vulnerabilidade e o número de leitos disponíveis para o tratamento da Covid-19, além de instituir horário e quadro de pessoal reduzido em sua sede.


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646