Impacto do coronavírus nos fornecedores da indústria moveleira

Empresas fornecedores da indústria moveleira contam como foram impactadas com a pandemia

Publicado em 15 de junho de 2020 | 08:00 |Por: Thiago Rodrigo

Fornecedores da indústria moveleira contam o impacto do coronavírus nos negócios e as medidas tomadas para contornar o problema e cuidar dos trabalhadores. Cuidados com a higiene, limpeza de mãos constante, distanciamento entre funcionários e cautela na área de refeição foram bastante exigidos.

Desde o início da pandemia, a Alternativa Componentes adotou diversas medidas necessárias para a proteção dos colaboradores, que envolveu mudança de layout de algumas áreas produtivas, medição de temperatura dos funcionários diariamente e muita instrução e informação dos cuidados necessários para prevenção.

“Felizmente, tudo tem ocorrido muito bem, pois se nossos colaboradores estão bem, certamente teremos maiores chances de sairmos bem deste momento complicado que estamos passando”, comenta Maximiliano de Almeida, diretor comercial da Alternativa Componentes Ltda.

De acordo com o presidente executivo da Artecola, Eduardo Kunst, a empresa trabalha com planejamentos de longo prazo desde a década de 1990, e esses planejamentos sempre passam por revisões que adequam a rota. “A pandemia foi uma grande mudança inesperada, e realinhamos nossos planos e objetivos de curto e médio prazo, sempre procurando ler o cenário e redirecionando ações, que estão divididas em 4 pilares”, complementa o dirigente.

Os quatro pilares da empresa são: Cuidar da Nossa Gente/Intensificar a comunicação transparente/Preservar o Caixa/Crescer e Desenvolver. “Com base nisso, nos readequamos rapidamente, conseguindo ler o que estava acontecendo e o que era necessário para seguir em frente, preservando nossas equipes e clientes e mantendo nossos objetivos de inovação, sustentabilidade e resultados”, frisa Kunst.

A Cipatex busca produzir materiais antibacterianos, com durabilidade, conforto, praticidade de limpeza e manutenção principalmente para os mercados hospitalar e moveleiro. Por conta disso, segundo Silvio Martins, gerente de marketing da Cipatex, a empresa vai continuar investindo na produção de linhas com as características e deverá também desenvolver materiais antivirais.

As medidas de proteção à saúde das pessoas fazem parte da rotina da Dancamac. Fato que se tornou ainda mais consolidado por conta da pandemia com a adoção de medidas específicas na rotina trabalhista. Segundo o diretor comercial da Dancamac, Domingos Dellamonica, essa preocupação com o novo coronavírus deve continuar fazendo parte do cotidiano das empresas até que surja algum remédio que ajude a tratar o vírus de maneira eficaz e/ou uma vacina que possa controlar a pandemia.
“As expectativas, pelas notícias recebidas, são positivas (em torno de de 5 a 6 meses). Até lá, vamos nos protegendo e operando através dos contatos virtuais, telefonemas, videoconferências, malas direta, entre outras coisas, e promovendo visitas presenciais apenas quando realmente necessário e sempre utilizando métodos preventivos de segurança para si para terceiros, como o uso de máscaras, álcool gel e mantendo um distanciamento físico mínimo”, detalha o dirigente.

A pandemia é o maior desafio do mundo atual. Por isso, a Greenplac, firmando o compromisso que tem com o bem-estar dos colaboradores, adaptou todas as fábricas a essa realidade, seguindo rigorosamente as diretrizes e cuidados recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde.

Na Greenplac, escalas de trabalho foram alteradas para evitar aglomerações; estabeleceu-se a distância de dois metros entre funcionários quando há transporte até a fábrica; proibiu-se a entrada de terceiros; determinou-se que as mesas fiquem separadas com distância mínima de 1,5 metro nos refeitórios.

Os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) são obrigatórios em todos os ambientes do complexo industrial da empresa, bem como a medição de temperatura de todos os colaboradores na chegada à fábrica e ao escritório. Álcool em gel 70% foi disponibilizado em todos os ambientes para a higienização das mãos. Além das disso, a empresa utiliza newsletters internas para conscientização dos colaboradores e reforçar as medidas de segurança e prevenção.

“Após extensa pesquisa, a empresa também investiu em uma Cabine de Desinfecção Pulverizadora Completa. Instalada na entrada da fábrica, o equipamento pulveriza o antisséptico hidratante, autorizado e registrado na Anvisa para uso humano. Com acionamento automático por meio de um sensor de presença, o produto usado é biodegradável, não irrita pele e tem excelente cobertura”, detalha José Roberto Colnaghi, presidente do conselho de administração do Grupo Asperbras.

Entramos em um novo ambiente de negócios desde o surgimento do Coronavírus. A perturbação e o impacto sobre nossas famílias, comunidades e economias globais não têm precedentes. A Promob criou um comitê executivo, que desde o início dessa crise extraordinária teve como objetivo duas frentes: em primeiro lugar, proteger a saúde e a segurança de todos os nossos funcionários e suas famílias; em segundo lugar, estar próximos ao nossos clientes e parceiros para garantir a continuidade dos negócios e continuar a entender as demandas do mercado.

“Felizmente e ao contrário de milhares de outras empresas que precisaram diminuir sua equipe, eliminando empregos, nosso comitê está comprometido em encontrar maneiras de proteger toda nossa força de trabalho. Embora, seja difícil prever quando os mercados voltarão aos níveis anteriores, sabemos que isso acontecerá e, quando acontecer, estaremos completos para servir e apoiar nossos clientes”, comenta Felipe Maciel, Diretor de Marketing e Vendas da Promob.

Além das medidas protetivas básicas, a Rede Sim entende que haverá uma mudança no comportamento não só do consumidor, mas das pessoas em geral. Dessa forma, tudo o que a empresa realiza e desenha dentro do planejamento de trabalho para os próximos anos também passa pelo digital. “Tudo aquilo que conseguirmos converter ou acrescentar o modelo digital será feito, garantindo não só o bem estar de todos, mas também que o conhecimento e os projetos cheguem cada vez mais em todas as partes da nossa cadeia”, comenta Ricardo Pestana, gerente de marketing

A Rometal está tomando todas as medidas necessárias para preservar a saúde dos funcionários. Muitos espaços na própria infraestrutura da empresa já foram ajustados para essa nova realidade, conta o coordenador de marketing da empresa, Filipe Gaspareto.

“Acredito que quando isso passar os cuidados com a saúde das pessoas irão permanecer entre as prioridades da empresa, como sempre estiveram, e as próprias pessoas vão estar mais conscientes da importância desses cuidados. Existe na empresa um comitê criado apenas para tratar essa questão do Covid-19 e todas as ações que estão sendo feitas para garantir a saúde dos funcionários”, detalha Filipe.


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646