Fecomércio SC divulga estudo sobre comportamento do catarinense durante a pandemia

Estudo foi realizado durante as primeiras semanas da quarentena

Publicado em 13 de abril de 2020 | 14:15 |Por: Everton Lima

Entender o comportamento do consumidor em tempos de pandemia tem sido o objetivo de muitos varejistas. Por isso, diversas entidades têm se dedicado à realização de pesquisas com diferentes grupos sociais.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio SC) divulgou uma pesquisa revelando as percepções do consumidor catarinense a respeito da COVID-19.

O estudo mostra que 50,7% dos entrevistados têm medo de serem infectados, enquanto 35,6% disseram ter muito medo de contrair a nova doença. Apenas 13,7% afirmaram que não temem a possibilidade de ficarem doentes.

Esse temor está evitando que as pessoas saiam às ruas. 80% dos participantes do estudo revelaram que estão respeitando o isolamento social proposto pelas autoridades. 69,6% disseram que só saem de casa para realizarem compras essenciais, como alimentos.

De cada dez participantes do estudo, dois disseram que não estão cumprindo o isolamento social. Contudo, dessas pessoas, 14,5% trabalham em atividades consideradas essenciais.

Uma pequena minoria (3,3%) disse que está saindo de casa para trabalhar, mas que não atua em atividades consideradas essenciais. Isso ocorre porque, segundo a pesquisa, essas empresas optaram por ignorar as recomendações do governo estadual. Apenas 2,2% disseram que estão ignorando as recomendações por iniciativa própria.

Catarinense não está estocando produtos

90,1% dos entrevistados disseram que a pandemia não os fez estocar produtos. 9,9% revelaram que compraram mais itens do que precisavam, com o objetivo de estocar.

50,1% disseram que recorreram às compras com entrega a domicílio para evitarem sair de casa. Um número muito próximo, 49,9% afirmaram que não fizeram uso desse tipo de serviço.

– Comércio varejista nacional tem queda de 25,2% nas primeiras semanas da quarentena

– Empresas têm 30 dias para se cadastrar na plataforma consumidor.gov

Entre os consumidores que realizaram compras com entrega a domicílio, o maior percentual foi de compras de comidas prontas por aplicativos de pedidos de comidas ou internet (54,1%), seguido com compras de comidas prontas pedidas por telefones ou WhatsApp (37,2%).

52,6% dos catarinenses entrevistados disseram que concordam com todas as ações impostas pelo governo estadual, com o objetivo de frear o contágio de COVID-19 no estado. 2,7% dos participantes disseram que não concordam com absolutamente nenhuma das medidas propostas.

O levantamento ocorreu entre os dias 31 de março a 03 de abril de 2020, por meio de questionário online, com 365 consumidores de todas as regiões de Santa Catarina.

 

 


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646