Varejo de móveis e eletrodomésticos cresce 2,3% em abril

Enquanto mês x mês anterior cresceu, comparativo mês x mesmo mês do ano anterior caiu; receita nominal segue ritmo do varejo geral

Publicado em 13 de junho de 2022 | 10:33 |Por: Thiago Rodrigo

O varejo de móveis e eletrodomésticos cresceu 2,3% em abril comparado a março. Em relação a abril de 2021, o varejo de móveis e eletrodomésticos teve boa alta de queda de 8,7%. Nessa mesma comparação, apenas móveis registrou queda de 6,7%, enquanto eletrodomésticos tiveram queda de 10,2%.

Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE. Os dados de volume de vendas não mostram o segmento de móveis separado de eletrodomésticos na comparação com o mês anterior.

Leia tudo sobre o Salão do Móvel de Milão

O segmento de móveis e eletrodomésticos caiu 8,7% frente a abril de 2021, voltando a apresentar resultado negativo na leitura interanual, já que o mês de março registrou aumento de 7,2% depois de nove meses com valores negativos.

Adicionalmente, a atividade foi a única a influenciar negativamente no indicador global, contribuindo com -0,9 p.p. Em relação ao acumulado no ano, ao passar de -6,3% em março para -6,9% em abril, a atividade mostra aumento no ritmo de perdas.

Atividades no Volume de vendas no varejo
MÊS/MÊS ANTERIOR (1)
MÊS/IGUAL MÊS DO ANO ANTERIOR ACUMULADO
Taxa de Variação (%) Taxa de Variação (%) Taxa de Variação (%)
FEV MAR ABR FEV MAR ABR NO ANO 12 MESES
COMÉRCIO VAREJISTA 1,4 1,4 0,9 1,3 4,9 4,5 2,3 0,8
4 – Móveis e eletrodomésticos 1,9 1,2 2,3 -13,3 7,2 -8,7 -6,9 -12,0
       4.1 – Móveis -5,5 8,3 -6,7 -3,2 -7,0
       4.2 – Eletrodomésticos -17,1 6,4 -10,2 -8,9 -14,3

Receita nominal do varejo de móveis

Na receita nominal de vendas do comércio varejista e comércio varejista ampliado, o varejo de móveis e eletrodomésticos cresceu 4,2% comparado ao mês anterior.

Em relação ao mesmo mês de 2021, a receita nominal de móveis e eletrodomésticos teve alta de 5,3%, bem inferior à comparação de março que tinha alcançado 21,8%. Considerando apenas o segmento de móveis no mês de abril de 2022 x abril de 2021, registrou-se variação positiva de 7,8%, menor que os 26,4% do comparativo de março.

Varejo geral

O volume de vendas do comércio varejista no país cresceu 0,9% em abril, na comparação com março, apresentando o quarto mês consecutivo de alta. Contra igual período do ano passado, o crescimento foi de 4,5%. Nos primeiros quatro meses do ano, o setor acumulou aumento de 2,3% e, nos últimos 12 meses, de 0,8%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC).

“Os quatro meses do ano foram positivos, mas vêm em trajetória decrescente: de 2,4% em janeiro para 0,9% em abril. O crescimento é consistente, porém desigual. Como um todo, o comércio varejista está 4,0% acima do patamar pré-pandemia, em fevereiro de 2020. Mas entre as atividades está desigual”, avalia Cristiano Santos, gerente da pesquisa.

Entre as atividades acima do patamar pré-pandemia, Santos destaca Artigos farmacêuticos (17,7%), Material de construção (9,1%) e Outros artigos de uso pessoal e doméstico (7,3%). Abaixo do patamar pré-pandemia estão Equipamentos e material de escritório (-11,7%), Móveis e eletrodomésticos (-10,7%), Tecidos, vestuários e calçados (-8,6%).

Receba nossa Newsletter

    Matérias Relacionadas