Rehau adere à iniciativa “50 líderes de sustentabilidade e clima” da ONU

Fornecedora de fitas de borda participa de iniciativa da ONU que chama a atenção para a sustentabilidade nas empresas

Publicado em 17 de setembro de 2020 | 12:28 |Por: Thiago Rodrigo

Cadeias de valor de ciclo fechado, desde o design do produto até a reciclagem, não são mais um sonho para o especialista em polímeros Rehau. Agora são realidade. Por décadas, a empresa vem desenvolvendo abordagens sustentáveis em toda a cadeia de valor e as colocando em prática. Esses esforços foram agora reconhecidos com a inclusão de Rehau na série de “50 Sustainability & Climate Leaders”, uma iniciativa da agência de produção de mídia TBD Media Group em conjunto com as Nações Unidas.

Os recursos naturais da Terra são finitos, o que significa que é imperativo que as empresas os utilizem de forma responsável e sustentável. O objetivo da campanha “50 Líderes em Sustentabilidade e Clima” é chamar a atenção para este tema e fornecer às empresas uma plataforma para expor o seu compromisso perante um público internacional. “Como uma empresa familiar, a Rehau adota uma abordagem de longo prazo em sua responsabilidade para com as gerações futuras”, explica William Christensen, CEO do Grupo Rehau. “Ser um dos ‘50 Líderes em Sustentabilidade e Clima’ é um incentivo real para nossos 20 mil funcionários continuarem a lutar por maior sustentabilidade e proteção do clima. Em suma, queremos liderar o caminho quando se trata de economias circulares”, acrescenta.

Plano Rehau

Em 2025, a Rehau planeja aumentar sua taxa de reciclagem em todo o grupo para bem mais de 15%, reduzindo as emissões de CO2 em pelo menos 30%. “Acreditamos na sustentabilidade como uma filosofia que se reflete em três valores fundamentais: confiança, confiabilidade e inovação. Queremos desenvolver tecnologias inovadoras para melhorar vidas ”, afirma o Dr. Veit Wagner, membro do Conselho Fiscal do Grupo Rehau.

Impress fala sobre os 20 anos da empresa no Brasil

Usar materiais reciclados em vez de novos materiais na produção pode reduzir as emissões de CO2 da Rehau em até 88%. Além da fabricação de soluções de sistema de polímero com economia de recursos, a Rehau informa que se concentra no processamento de alta qualidade e na reutilização de materiais residuais pós-consumo e pós-industriais. Segundo a multinacional, a empresa já desenvolve e fabrica produtos de alta qualidade a partir de materiais reciclados em todas as suas atividades nos setores de móveis, construção e automotivo.

Ao assinar o Pacto Global da ONU em maio de 2020, o Grupo Rehau demonstra compromisso com a governança corporativa responsável e a sustentabilidade. “Estamos constantemente trabalhando com todas as nossas divisões para avaliar nossa estratégia de sustentabilidade”, afirma Christensen. “E continuando a desenvolvê-lo”. Informações adicionais podem ser encontradas em  www.50climateleaders.com. Abaixo, veja o filme “Rehau: Empurrando a economia circular com forte convicção e as gerações futuras em mente”.

Blum destaca soluções em ferragens pós-Covid-19

A fornecedora austríaca é uma fonte de inspiração para designers, marceneiros e montadores

Publicado em 17 de setembro de 2020 | 07:20 |Por: Cleide de Paula

Para o mercado francês, a Blum idealiza soluções em ferragens para toda a casa que atendem às novas expectativas do consumidor final que surgiu como resultado do confinamento. Como mostram numerosos estudos, agora existe um forte desejo de fazer mudanças e isso leva a repensar os espaços interiores visando versatilidade e ergonomia. O momento é uma oportunidade para os profissionais de design de interiores destacarem a importância de uma boa organização dos espaços, especialmente em residências.

Nova coleção da Herval contempla projetos de jovem talento

Para o condicionamento dos utensílios na cozinha, a Blum oferece o Space Tower, um conceito modular com gavetas de design contemporâneo – de 300 a 1200 mm de largura e até 70 kg de carga por gaveta – que permite armazenamento eficiente, sem perda de espaço, oferecendo fácil acesso a todos os produtos armazenados.

Uma alternativa para otimizar o espaço dos armários na cozinha é o Space Corner. A gaveta permite usar o espaço perdido nos cantos. Uma das novidades mais recentes é o Space Step, uma gaveta inteligente com altura máxima de 250 mm. Ao ser instalada na base do gabinete fornece acesso fácil e seguro às unidades de parede, além de fornecer espaço adicional.

Ambia line Blum

Ambia-line, solução para gavetas da Blum

Soluções para mobiliário corporativo e home office

conceito de escritorio BlumPara os muitos que aderiram em parte ou integralmente ao home office (teletrabalho), a Blum orienta os profissionais de design de interiores a oferecer plataformas de escritório removíveis, aproveitando ao máximo o espaço disponível. Para isso, as equipes da fornecedora, imaginaram – entre outros conceitos – um escritório móvel, equipado com uma mesa deslizante e 3 gavetas Blum, para comportar o laptop e guardar documentos de trabalho.

Uma vez fechado, esse móvel se torna um cubo simples que pode ser deslizado discretamente contra a parede. Outra possibilidade para criar uma superfície adicional é a trava de prateleira, que permite puxar uma prateleira deslizante e travá-la com total segurança, possibilitando colocar um laptop na sala de estar ou na cozinha. A Blum também oferece opções para o interior das gavetas, em particular a Ambia-line, um conceito versátil adequado para toda a casa. (Com informações Courrier du Meuble – matéria original de François Salanne)

Movergs completa 33 anos representando o setor moveleiro do Rio Grande do Sul

Entidade tem trabalhado firmemente em sua missão de representar e defender os interesses da cadeia produtiva madeira e móveis

Publicado em 16 de setembro de 2020 | 10:06 |Por: Thiago Rodrigo

Na última segunda-feira, 14, a Associação de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs) completa 33 anos de fundação em prol do desenvolvimento empresarial. Representando 2,4 mil empresas no Estado, que geram 40 mil empregos diretos e totalizam 13% das indústrias no Brasil e 25% do faturamento do setor moveleiro nacional, a entidade sente imenso orgulho ao constatar que é o segundo principal mercado exportador do Brasil, levando ao mundo a beleza e a qualidade do móvel gaúcho.

Desde setembro de 1987, a Movergs atua com a importante missão de representar e defender os interesses da cadeia produtiva madeira e móveis, direcionando seus esforços no sentido de contribuir e garantir ferramentas competitivas em prol do desenvolvimento de seus associados. A defesa dos interesses das empresas do segmento também motiva a entidade a trabalhar pela ampliação de sua representatividade no contexto político-econômico nacional.

Movergs em 2020

Neste ano de 2020, a entidade tem demonstrado sua importância na defesa de uma série de bandeiras em benefício do setor, em especial pelo fato de uma pandemia ter assolado as indústrias, gerando impactos econômicos, tanto no mercado interno quanto externo, o que demandou um engajamento de esforços para articular medidas em benefício do setor moveleiro gaúcho junto ao Governo Federal, Estadual e municípios. Além disso, tem se mobilizado em razão dos constantes aumentos das matérias-primas básicas, e trabalhado para que a proposta de reforma tributária do Estado não prejudique ainda mais o segmento.

Todas as notícias relacionadas à entidade

Rogério Francio, presidente da Movergs, enfatiza que como dirigente da Movergs tem seguido firmemente o slogan da entidade ‘Unir para fortalecer, renovar para crescer’, com o compromisso de representar e defender os interesses da cadeia produtiva moveleira, trabalhando para o aprimoramento de projetos, na geração de oportunidades e parcerias e na defesa dos interesses das empresas. “Apesar das inúmeras dificuldades enfrentadas nos últimos anos, nos orgulhamos da pujança do setor moveleiro e sua projeção internacional. Aprendemos cada vez mais a conjugar o verbo ‘unir’, o que nos mostra também o quanto é imprescindível uma cadeia produtiva moveleira forte, integrada, desenvolvida, sem individualismos”, conclui.

Exaltação à Fimma Brasil

Há quase 30 anos, a Movergs tem promovido a Fimma Brasil, evento que é motivo de orgulho para toda a cadeia madeira e móveis por ser a única que trabalha do setor para o setor. Criada praticamente junto com a fundação da Movergs, esse evento, reconhecido internacionalmente, em 2020 ganha nova roupagem, passa a ser atemporal, um movimento de conexões humanas para negócios, em que foram agregadas novas propostas com o objetivo de incentivar e apoiar a retomada do mercado, estimular novos negócios, humanizar relacionamentos e aproximar empresas de soluções e empresários do setor de lideranças de toda a cadeia produtiva.

Com esses propósitos a Fimma Brasil passa a atuar em três grandes frentes:

– Fimma Inova, iniciado em agosto de 2020 até março de 2021 e que visa que dezenas de participantes repensem práticas para uma nova cultura de inovação com os melhores especialistas de inovação do país e do mundo;

– Fimma Conexões e Negócios, evento físico, 26 a 29 de abril de 2021, no Parque de Evento de Bento Gonçalves;

– Fimma Summit, de 27 a 29 de abril de 2021, o maior encontro de geração e compartilhamento de conteúdo do setor por meio de especialistas e análises disruptivas.

“Nossa essência sempre foi ser ‘do setor para o setor’, com muita doação, energia compartilhada e aproximação dos elos da cadeia. O novo momento exige colaboração e nada melhor do que a Fimma Brasil ser a inspiração para a retomada, promovendo conexões humanas para os negócios e, dessa forma, contribuindo para que os empresários repensem o futuro. E será com esse mesmo intuito, de unir fabricantes de móveis de seus fornecedores e parceiros, que a Fimma Brasil se reinventa para integrar e fortalecer o setor”, enfatiza Francio.

Cipatex® é reconhecida no ranking de empresas líderes em inovação aberta no país

Pelo segundo ano consecutivo, empresa é avaliada entre as companhias mais engajadas no ecossistema de Inovação

Publicado em 4 de setembro de 2020 | 16:54 |Por: Thiago Rodrigo

A Cipatex®, líder em revestimentos sintéticos, é reconhecida no Top 100 Open Corps como uma das empresas que mais fazem open innovation (inovação aberta) com startups no país. A companhia, que também aparece na lista de 2019, é a única do setor a figurar na edição 2020 do ranking.

“O resultado é fruto da busca constante da Cipatex® por inovação e o engajamento e a abertura às soluções das startups trazem inúmeros benefícios aos nossos negócios. Vários processos e projetos foram implementados de forma mais rápida, assertiva e adaptável às constantes mudanças e exigências do mercado”, destaca Marcelo Nicolau, diretor-presidente da Cipatex®.

Segundo Suelen Cristina Santos Oliveira, gestora do Hub Inovação da Cipatex, diversos desafios relacionados às áreas comercial e industrial já foram solucionados por meio de parcerias externas. No primeiro semestre deste ano, foram avaliadas cerca de 60 propostas de empresas e, em todo o ano passado, aproximadamente 300. Entre as parcerias firmadas estão gestão de indicadores, programa de satisfação do consumidor e controle de despesas reembolsáveis. “Estar entre as cem corporações que promovem a inovação aberta no Brasil, no universo de 1635 que declaram relacionamentos válidos com startups, é extremamente significativo. É um tipo de parceria que traz vantagens para os dois lados e esperamos continuar democratizando as ideias e soluções”, comenta.

Produção de móveis cresce em julho

Como atua em vários segmentos de mercado, como calçadista, moveleiro e automotivo, a Cipatex® possibilita que a inovação empregada em seus processos e produtos impacte diversos setores econômicos, tanto B2B como B2C. “Desde 2017, a empresa conta com o Escritório de Inovação, que é responsável pelo fomento, facilitação, condução, gerenciamento e aprimoramento de todo o processo de inovação dentro do contexto do grupo”, complementa Suelen.

A 100 Open Startups é uma plataforma de colaboração para a inovação a partir da geração de negócios entre grandes empresas e startups. “Pela plataforma, as nossas equipes conseguem ter acesso de uma forma rápida a todas as inovações que estão sendo propostas pelas startups. Essas inovações podem trazer, por exemplo, aumento de vendas e de produtividade, redução de custos e melhor gestão de pessoas, além de melhorias alinhadas à sustentabilidade”, finaliza o diretor-presidente da Cipatex®.

Setor moveleiro norte-americano ganha plataforma brasileira como aliada nas vendas online

Mooble.com, plataforma desenvolvida no Brasil com o propósito de captar oportunidades por meio de uma experiência virtual, engajar consumidor e potencializar negócios, é implantada nos EUA em momento estratégico

Publicado em 4 de setembro de 2020 | 09:58 |Por: Thiago Rodrigo

Quase 600 mil pessoas cadastradas e 1,4 milhão de projetos criados. Esse é o excelente resultado conquistado pelo Mooble.com no Brasil, a maior plataforma de projetos online em 3D do país. A resposta foi tão positiva, que há alguns dias alçou voos mais audaciosos e chegou aos Estados Unidos como 2020 Mooble, concretizando um desejo de muito tempo da Promob Software Solutions de atingir esse grandioso mercado. A Promob, idealizadora do software, tem sede em Caxias do Sul (RS).

A tecnologia chega aos consumidores norte-americanos em um momento estratégico, em que não é possível atender clientes fisicamente. O Mooble.com na versão norte-americana tem como estratégia funcionar da mesma forma que no Brasil, ou seja, captando oportunidades (leads) para lojas, fábricas e profissionais que atuam no segmento moveleiro.

O mercado norte-americano é carente desse tipo de proposta quando analisado captação de oportunidades específicas para o segmento moveleiro. De acordo com Jaqueline Maraschin, gestora de Marketing da Promob, “a forma de comercialização de móveis em mercados fora a América Latina são muitos distintos do que conhecemos e a interatividade do consumidor com o móvel é uma linha que pode ser bastante explorada por nossos clientes nesse novo mercado para o Mooble.com”, explica.

Viero Móveis suspende venda de algumas linhas de produtos

Atingir o mercado norte-americano por meio de uma tecnologia brasileira representa a concretização de um plano estratégico iniciado há alguns anos e que teve um importante passo em 2018, com a junção com a 2020. “É a materialização do plano de internacionalização dos nossos produtos e tecnologias. Isso traz benefícios gigantescos para o segmento moveleiro de maneira global, e claro, para nossos clientes no Brasil”, comemora Jaqueline.

A pandemia ajudou a acelerar a estratégia de lançamento do Mooble.com na América do Norte. “Percebemos que o mercado estava receptivo a esse tipo de tecnologia e precisando de algo diferenciado para manter um relacionamento mais próximo com o consumidor, porém, era uma percepção, e só podemos ter certeza de algo quando realizamos, então, unimos nossa inquietude e inovação com a oportunidade existente e comprovamos por meio da venda na sua primeira semana de lançamento em solo norte-americano, o que nos deixa orgulhosos e motivados”, destaca. No Brasil, apenas nos primeiros sete meses de 2020 já são mais de 200 mil projetos criados.

Artecola intensifica serviços ao cliente e reforça proximidade ante isolamento social

Artecola fornece adesivos para diversas aplicações, apresenta novos serviços e promove live sobre novo produto

Publicado em 3 de setembro de 2020 | 14:47 |Por: Thiago Rodrigo

Entender claramente as necessidades para atender o cliente da melhor maneira. Esse é o foco da Artecola Química no relacionamento com o setor moveleiro. Para isso, a empresa investe cada vez mais nos serviços agregados, garantindo o melhor aproveitamento para cada tecnologia desenvolvida.

Com o isolamento causado pela pandemia do novo coronavírus, o atendimento vem se intensificando no formato virtual, inclusive com treinamentos online. “Além de buscar entender cada vez mais o cliente, estamos muito atentos para manter a proximidade mesmo com a distância física. O isolamento não é sinônimo de distanciamento para nós”, reforça o Gerente de Mercado, Fernando Cardoso.

O gerente destaca que a inovação é constante nas linhas de adesivos da empresa. “Fazemos questão de apoiar o cliente com nossos serviços técnicos porque é uma forma muito eficiente de otimizar processos e garantir melhores resultados, contribuindo para que ele realmente obtenha a melhor performance de nossos produtos”, afirma. “Muitas vezes, um pequeno ajuste na aplicação já faz grande diferença na produtividade, o que demostra o valor dessa experiência conjunta entre nossa equipe e nossos parceiros”, diz.

Divulgação Artecola

Artecola

Fernando Cardoso, gerente de mercado da Artecola

Serviços Artecola

Entre os serviços oferecidos pela Artecola ao mercado, está a Consultoria Técnica. Através dela, uma equipe de técnicos trabalhando para todas as especialidades de adesivos atua preventiva ou corretivamente. “Oferecemos suporte desde o desenvolvimento de processos até a aplicação dos produtos na linha de produção do cliente”, exemplifica Cardoso.

Outro serviço é o Núcleo de Testes Artecola. Nele, uma minifábrica com equipamentos exclusivos é utilizada para simular situações e testar o desempenho dos produtos, considerando a realidade de aplicação de cada cliente. Com atendimento sob medida, é definido o melhor produto e o melhor processo de utilização, em sintonia com as necessidades dos parceiros. O laboratório também está apto a testar o resultado final dos produtos de acordo com normas técnicas de cada segmento.

Há, ainda, outros seis formatos de atendimento em serviços, passando por treinamentos personalizados, inovação conjunta, e relacionamento comercial, entre outras opções. A lista completa pode ser encontrada em www.artecolaquimica.com.br/servicos.

Empresa promove live

A tradicional empresa de varejo de materiais para construção no estado de São Paulo, no ramo há mais de 48 anos, a Center Castilho irá apresentar a seu público o Adesivo de Contato Extraforte Afix Green. Produzido pela Afix, marca da Artecola Química, o novo adesivo não contém solvente, não tem cheiro, não agride o meio ambiente, oferece alta performance e ainda garante excelente custo/benefício para o cliente.

As características e vantagens desta inovação serão apresentadas na live Revolucione seus projetos com Afix Green, agendada para esta quinta-feira (03/9), com transmissão a partir das 17h, no canal Afix Oficial no YouTube. Irão participar o Gerente Administrativo da Center Castilho, Marcos Miranda, e o Gerente Comercial Afix, Ricardo Marchini.

Desenvolvido com nanotecnologia, o novo Afix Green rende o dobro em relação a linhas tradicionais para a mesma aplicação e não contém solvente. “É um produto que nasce com o objetivo de ser uma opção viável do ponto de vista econômico e de performance, e com um forte conceito sustentável”, ressalta Cássia Lago, Gerente do Mercado Consumo.

A nova linha é especial para colagem de madeira, mas aplicável também em fórmica, PVC, borracha, cortiça, couro e carpete. Outra vantagem é o baixo risco que o produto apresenta. Como não contém solvente em sua composição, o Adesivo de Contato Afix Green pode ser transportado e armazenado sem maiores exigências de controle (diferente de produtos com substâncias voláteis). Além disso, o produto não é inflamável e dispensa o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para seu manuseio. O Afix Green é oferecido em fracos de 250g, 500g e 1kg, e em baldes de 2,8kg, 5kg e 10kg.

Com atuação no estado de São Paulo, a Center Castilho comercializa uma linha de produtos abrangente (65 mil itens) em lojas que incorporaram o conceito de Home-Center (construção, acabamento e decoração). Atualmente são 13 lojas, localizadas em São Paulo, Praia Grande, Guarujá, Santos, Peruíbe, São Bernardo do Campo, Diadema e Mogi das Cruzes. Atende também por Televendas e Loja Online.

Produção de móveis avança 16,6% de julho para junho

Em comparação com julho do ano passado, aumento foi de 5,7%

Publicado em 3 de setembro de 2020 | 10:57 |Por: Thiago Rodrigo

A produção de móveis cresceu 16,6% em julho comparado a junho deste ano. No comparativo com o mesmo mês do ano passado, houve aumento de 5,7%. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Indústria geral

A produção industrial cresceu 8% em relação a junho deste ano, (série com ajuste sazonal), totalizando três meses seguidos de aumento. Por outro lado, o crescimento ainda não foi suficiente para eliminar a perda de 27,0% acumulada em março e abril, que levaram o patamar de produção ao seu ponto mais baixo da série.

Viero Móveis suspende produção de alguns produtos

Comparado a julho de 2019 (série sem ajuste sazonal), a indústria recuou 3%, nono resultado negativo seguido nessa comparação. Dessa forma, a indústria brasileira acumula perda de 9,6% no ano. Isso marca o recuo mais intenso desde dezembro de 2016 (-6,4%) e acelerando a perda frente aos meses anteriores.

O avanço de 8% da atividade industrial, de junho para julho de 2020, alcançou todas as grandes categorias econômicas. Além disso, houve altas em 25 dos 26 ramos pesquisados.

Categorias econômicas

Nas grandes categorias econômicas, em relação a junho de 2020, bens de consumo duráveis cresceram 42%. Com efeito, mostrou a taxa positiva mais acentuada em julho de 2020. Foi o terceiro mês seguido de expansão na produção, acumulando 443,8% de avanço no período. Mesmo assim, o segmento ainda se encontra 15,2% abaixo do patamar de fevereiro.

Os setores produtores de bens de capital (15%) e de bens intermediários (8,4%) avançaram acima da média da indústria (8%). Já o de bens de consumo semi e não-duráveis (4,7%) também teve taxa positiva, mas assinalou o crescimento menos intenso entre as categorias econômicas. Todos esses segmentos apontaram expansão pelo terceiro mês consecutivo. Também acumularam no período ganhos de 70,5%, 21,1% e 24,0%, respectivamente. Porém, ainda assim permanecem abaixo do patamar de fevereiro último.

Viero Móveis suspende venda de algumas linhas de produtos

A Vieiro está suspendendo as vendas das linhas Viero (Salas e Jantar), Via (Racks/Painéis e Cozinhas) e Viart (Estofados) em nível nacional até 31/12/2020.

Publicado em 3 de setembro de 2020 | 09:42 |Por: Cleide de Paula

Devido à alta demanda de pedidos por parte dos clientes, bem como pela deficiência no fornecimento de matérias- primas, a indústria de móveis Viero Móveis comunica a suspensão da venda de algumas linhas de produtos. Em comunicado, a moveleira justifica a suspensão também pela limitação da disponibilidade de mão de obra que
na região de Santa Catarina, local em que se situam as plantas produtivas.

A Vieiro Móveis está suspendendo as vendas das linhas Viero (Salas e Jantar), Via (Racks/Painéis e Cozinhas) e Viart (Estofados) em nível nacional até 31/12/2020. Novos pedidos de compras apenas serão entregues a partir de janeiro/2021 respeitando ordem de entrada dos pedidos na fábrica. Exceções não poderão ser abertas devido à carteira estar 100% comprometida.

Para a Linha Vian (Colchões), as vendas estão liberadas e com prazo de entrega imediata nas regiões de atuação dessa linha de produtos.

Leia a nota  emitida pela Abimóvel e Ibá sobre desabastecimento de painéis de madeira

Trajetória

Há 45 anos, iniciava, em Concórdia, região oeste de Santa Catarina, a história de umas das marcas de móveis mais emblemáticas do Brasil: a Viero, que inicialmente era Móveis Venson. Partindo de um simples galpão, com apenas 16 funcionários, a Viero se tornou referência em móveis no Brasil, graças aos produtos altamente competitivos e as campanhas comerciais inovadoras que ajudaram a mudar a realidade dos clientes, que hoje coloca a Viero Móveis como Líder de Mercado no Brasil no segmento de salas de jantar e a maior indústria de sala de jantar do mundo em capacidade de produção.

Atualmente, com mais de 700 colaboradores a Viero tem capacidade de produzir até 12.000 cadeiras por dia, com as devidas mesas, bases e outros complementos da sala de Jantar, além de todo um portfólio de produtos. Evoluir é preciso, é buscar a mudança para se tornar cada dia melhor. Nesses 45 anos de mudanças a Viero Móveis se apresenta de cara nova. Uma nova marca, um novo momento, um novo começo, consolidando a rica história de trabalho, esforço e resultados na entrega de um produto cada vez melhor, mais incrível e sustentável da nossa família para sua. Evolua conosco!

Abicol esclarece classificação de nível de risco para colchões

Portaria Inmetro 282, de 26 de agosto, classifica com nível de risco I os colchões de molas e de espuma flexível de poliuretano

Publicado em 3 de setembro de 2020 | 09:26 |Por: Cleide de Paula

O presidente da Abicol, Rogério Soares Coelho, afirmou em 28 de agosto que a entidade recebeu com naturalidade a publicação da Portaria Inmetro 282, de 26 de agosto, pela qual inclui no nível de risco I os colchões de molas e de espuma flexível de poliuretano.

A Portaria 282 do Inmetro estabelece a classificação de risco no âmbito da Avaliação da Conformidade. Os efeitos da classificação de risco nos atos públicos de liberação (Registro e Anuência) sob responsabilidade do Inmetro no âmbito da Avaliação da Conformidade compulsória, são: 

I – nível de risco I: fica dispensada a solicitação de qualquer ato público de liberação;

II – nível de risco II: o ato público de liberação fica sujeito a procedimentos administrativos simplificados; e

III – nível de risco III: fica preservado o ato público de liberação, respeitando os prazos estabelecidos na Portaria Inmetro nº 35, de 2020

Na prática, segundo Rogério, todo o processo de certificação continua por meio dos regulamentos vigentes, com a obrigatoriedade do processo de certificação dos colchões por parte dos OCPs, incluindo ensaios. Em relação a isso, nada mudou. Os fabricantes foram dispensados de registro, não da certificação. Os ensaios continuam, as auditorias continuam, a fiscalização continua. Afinal, os regulamentos não foram revogados.

É equivocada a interpretação de que o colchão não precisa mais certificação, não precisa de OCP e tampouco passar por ensaios. Não é isso. Os colchões não precisam mais ostentar o número do registro nos Selos de Identificação da Conformidade. No entanto, os certificados de conformidade emitidos pelos OCPs continuam obrigatórios enquanto os regulamentos estiverem em vigor.

Bruno Barbieri Rangel é o novo presidente do Sindimol

Vale ressaltar que não houve nenhuma modificação no processo de fiscalização. Ainda assim, a Abicol está firme no propósito de contribuir para a inclusão do colchão do Programa Setorial da Qualidade, estabelecido pelo Ministério de Desenvolvimento Regional, que dá visibilidade às marcas que cumprem as normas e regulamentos e, também, relaciona aquelas fábricas que não estão adequadas ao padrão estabelecido no Brasil.

Outra alternativa de apoio ao combate às irregularidades no mercado de colchões é o Selo Abicol.

Com o novo modelo regulatório do Inmetro, o Selo Abicol irá se tornar um dos principais aliados do mercado e do consumidor, no sentido de indicar que determinado colchão cumpre as boas práticas de fabricação e de gestão.

Licença de importação de colchões

Com relação à dispensa da anuência do Inmetro no processo de licença de importação de colchões a expectativa é que outros meios de monitoramento sejam estabelecidos para que o novo modelo regulatório, neste aspecto, não resulte em invasão de colchões estrangeiros no mercado, impactando a indústria nacional. A Abicol acompanhará muito atentamente este mercado e não se furtará a tomar todas as medidas legais para que a legislação seja cumprida.

“Continuamos no firme propósito de defender, melhorar e valorizar a indústria nacional de colchões”, conclui Rogério Coelho.

Em 1º de setembro, a Abicol promoveu uma videoconferência para dialogar e levantar questões que não estiverem esclarecidas, com a participação de fabricantes, fornecedores, organismos de certificação (OCP), laboratórios acreditados entre outros.

Trecho da Portaria 282 do Inmetro

portaria Inmetro Abicol

Bruno Barbieri Rangel é o novo presidente do Sindimol

Eleitos tomam posse em 2 de setembro, às 18 horas, em cerimônia semipresencial. Evento será transmitido por meio de aplicativo.

Publicado em 31 de agosto de 2020 | 14:27 |Por: Cleide de Paula

O Sindicato das Indústrias da Madeira e do Mobiliário de Linhares e Região Norte do ES (Sindimol), elegeu na última semana o empresário Bruno Barbieri Rangel, Diretor, da MGM Gabinetes, para presidir o sindicato no biênio 2020-2022. A posse da nova diretoria acontece em 2 de setembro, às 18 horas, na sede do Sindimol, com transmissão ao vivo pelo aplicativo Zoom. O empresário Lúcio Peroba, da Móveis Peroba, foi eleito o vice-presidente.

Bruno-Barbieri-Rangel presidente do SindimolBruno Barbieri Rangel tem 35 anos e atua no setor moveleiro há 17. De família humilde, Bruno iniciou sua trajetória profissional como auxiliar de produção e tornou-se gerente industrial. Na MGM, começou na gerência comercial e um tempo depois tornou-se sócio da empresa.

À frente da entidade moveleira mais representativa do Estado, Bruno pretende manter o Sindimol com sustentabilidade e responsabilidade, em busca do melhor para os associados. “Manter o sindicato com sustentabilidade e responsabilidade, buscando sempre o melhor para o setor e o associado. Colocar o nosso setor e o sindicato em evidência, e de forma dinâmica e tecnológica, continuar sendo referência em gestão, sem perder a essência de união e parceria que sempre nos norteou”, declara o presidente eleito.

Top Móbile 2020: lista de finalistas fornecedores da indústria de móveis

Formam ainda a chapa vencedora os seguintes nomes: Leonardo Massucatti, Diretor Financeiro, Vitor das Neves Guidini, Diretor Administrativo, Gustavo Nascimento, Diretor de Comunicação, e André Pessotti, Diretor de Inovação e Tecnologia.

Retomada

O polo moveleiro de Linhares vem retomando o crescimento. De acordo com o Sindimol, as admissões em junho e julho deste ano cresceram mais de 100% em relação ao mesmo período do ano passado. No início de junho, a indústria moveleira começou a recontratar e as vendas voltaram ao patamar planejado. Para agosto, grande parte das indústrias do Estado estavam com uma carteira de pedidos acima das expectativas.

Acompanhe a solenidade de posse:

A solenidade de posse da nova Diretoria do Sindimol, triênio 2020/2022, contará com a presença da nova Presidente do Sistema Findes, Cristhine Samorini.

🗓 Data: 02/09/20 Quarta-feira
🕒 Horário: 18h
👨🏻💻 Reunião semipresencial pelo APP Zoom

Entrar na reunião Zoom:
https://zoom.us/j/96926335334?pwd=YU5aU0F0QlNmcGdoMmNlRmFLcFZDZz09

 

 

 Conheça o projeto Móbile Talks. Acompanhe a conversa entre Valcidio Perotti e o SEO da Novo Mundo, José Guimarães


eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646