Entrevista: Joerly Santos, CEO da Corte Certo

O CEO Joerly Santos contou tudo sobre o software Corte Certo e os atuais planos na indústria moveleira em entrevista na Móbile Fornecedores 310

Publicado em 12 de outubro de 2021 | 08:00 |Por: Thiago Rodrigo

A Corte Certo é uma das maiores fornecedoras de softwares para o setor moveleiro do Brasil. O CEO, Joerly Santos é o cara na empresa e conta na edição 310 da Móbile Fornecedores que a marca foi precursora em seu segmento ao criar nomenclaturas que se tornaram padrão nos softwares, o que fazem para manter o status alcançado no mercado, a atual estratégia com uma versão web de seu programa, entre muitas outras relevantes, como um pouco da receita do sucesso. Abaixo, você confere o ano de 2021 da empresa, os processos de nacionalização e internacionalização e a transformação que a pandemia provocou na empresa.

Portal eMóbile | Qual foi o desempenho da Corte Certo no primeiro semestre? Quais são os objetivos para o restante de 2021?
Joerly Santos | Muito melhor do que sequer poderíamos sonhar naquele fatídico dia em que abandonamos nossas instalações para tentar trabalhar de casa. Mas, claro, poderíamos ter ido melhor com uma economia mais favorável.

eMóbile | Quais as metas das Corte Certo no setor moveleiro brasileiro nos próximos cinco anos?
Santos | Ao ritmo em que crescemos, nossa expectativa em cinco anos é de crescimento de 90%.

eMóbile | A pandemia impactou na empresa de forma que fez repensar uma mudança integral para o home office. Como foi período e como está esta mudança?
Santos | Praticamente toda a tecnologia já existia e agora rapidamente se desenvolve em concorrência acirrada entre os fornecedores, por causa do enorme crescimento da demanda, com tanta gente em home office. Claro que nenhuma empresa gosta de tomar decisões “no susto”, obrigada, sem planejamento. Mas, na minha opinião, foi bom que acontecesse, porque atingiu a todos. Isso significa não apenas que outras empresas como a nossa ficaram em condições de igualdade, para o bem e para o mal, na situação, mas que também todos contamos com a compreensão dos clientes. Isso nos obrigou e nos deu condições de repensar a empresa em um mundo globalizado, o que é salutar.

Montagem e fixação sem utilizar pregos e parafusos

Algumas surpresas são boas; outras, nem tanto. Outro dia, depois de um enorme temporal, vários bairros de São Paulo ficaram sem energia e, claro, sem internet. O bairro em que estava a sede da empresa foi um dos atingidos. Isso seria dramático, em outros tempos, mas, desta vez, apenas três funcionários deixaram de trabalhar. Toda a empresa funcionou e ninguém teve problemas de trânsito com ruas alagadas. O maior problema é mesmo a insegurança jurídica e legal. Os aparatos tecnológicos de que necessitamos se desenvolvem com velocidade suficiente, a experiência a gente capta, acumula e transforma, mas a ausência de legislação sobre determinadas questões que surgem, ou mesmo entendimentos não pacificados sobre o que já existe são coisas que nos assombram. Por enquanto, estamos relativamente tranquilos, porque, como comentei, não criamos a situação que é tida como transitória.

Corte Certo

Corte Certo

Joerly Santos, CEO da Corte Certo

eMóbile | O que você pode compartilhar com outras empresas a respeito desta experiência? Como julga ser possível ainda que a empresa tenha atuação totalmente por computadores?
Santos | Tínhamos alguns clientes do setor moveleiro que faziam questão dos encontros pessoais, mesmo para questões triviais e mesmo quando em outras cidades. Acho que hoje dificilmente esses clientes abandonarão completamente os encontros virtuais. Não se trata aqui de uma disputa do que é melhor. Estar frente a frente pessoalmente com clientes ou com colaboradores, não tem preço.

Existe um algo na comunicação que a distância tira. Mas os pontos favoráveis à comunicação por videoconferência são incontáveis. E essa é a primeira prática que pode ser adotada por praticamente qualquer empresa, independentemente do ramo de atividade. O Corte Certo Web, que estimula a terceirização de serviços de marcenaria (cortes, furação, borda, etiquetagem, etc.), com pedidos online, é outra forma de trabalho a distância que agiliza a entrega dos projetos dos marceneiros.

eMóbile | O Corte Certo está em todos os estados brasileiros? Como é ter essa representatividade?
Santos | Sim, estamos em todos os estados brasileiros, mas creio que não dá para falar em representatividade, já que a produção de móveis se concentra em mais de 97% só nas regiões Sul e Sudeste. As vendas do Corte Certo acompanham essas proporções. Dessa forma, em estados como os do Norte, com produção muito baixa, comparativamente, e ainda assim com grande relevância para móveis rústicos (para os quais raramente planos de corte se fazem necessários) a representatividade do Corte Certo é equivalente.

eMóbile | Em quais países o Corte Certo está presente? Como alcançou essa internacionalização?
Santos | O Corte Certo mantém usuários em mais de 50 países, embora a maior concentração desses clientes esteja na América do Sul, mais Espanha e Portugal. A internacionalização se iniciou já nos primeiros anos do Corte Certo. Basicamente, porque era no exterior, em países mais desenvolvidos, que encontrávamos empresas, com seus profissionais de TI, dispostas a testar nossos produtos na prática do dia a dia. Aqui, o processo de automatização era ainda muito incipiente. Foi por meio dessas parcerias que obtivemos, também, as primeiras avaliações de benchmarking, ou seja, comparação de produtos e abordagem de negócios com alguns dos mais renomados concorrentes estrangeiros. Ou seja, nós desenvolvemos o produto, desde o início, com o sarrafo lá em cima. Meio que no boca a boca (pessoas que deixavam a empresa parceira e sentiam falta do Corte Certo, ou que simplesmente o indicavam por achar que merecia), o programa começou a ser vendido.

No começo, com mil travas burocráticas, só o Banco do Brasil fazia essas transações, enfim… Aos poucos começaram a aparecer representantes em diversos países. Gente que achava que o Corte Certo oferecia um custo-benefício superior às soluções locais e que poderia ganhar conosco. Isso nos ajudou muito, porque a desconfiança de produtos vindos de países de baixo desenvolvimento é péssima para os negócios. Quando um local oferece o produto, ele leva também a confiança. Mas acho que o quer marcou definitivamente a nossa internacionalização foi um estudo comparativo entre os 24 softwares de otimização de planos de corte mais populares do mundo. Esse estudo foi realizado por um grupo de 10 estudiosos, representando quatro departamentos de três universidades: uma de Portugal (Universidade do Minho) e duas da Itália (Università degli Studi dell’Aquila e Università Politecnica delle Marche). O Corte Certo foi o único selecionado da América Latina e obteve 94% da pontuação nos requisitos avaliados, colocando-se entre os melhores do estudo.


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646