Produção de móveis cai 6,5% em abril

Queda é relacionada ao mês de março deste ano, enquanto em relação a abril de 2020 houve crescimento de 113,6%

Publicado em 2 de junho de 2021 | 10:29 |Por: Thiago Rodrigo

A produção de móveis abril de 2021 foi 113,6% maior que em relação a abril de 2020, um mês parado devido às paralisações em diversas plantas industriais, por causa do isolamento social provocado pela pandemia. Em relação a março deste ano, a produção de abril caiu 6,5%.

Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado do ano (janeiro-abril), frente a igual período do ano anterior, a produção de móveis cresceu 27,3%. No acumulado dos últimos 12 meses, foi registrado alta de 9,3% em relação aos 12 meses imediatamente anteriores.

Novas tecnologias para processos de pintura

O segmento de bens de consumo duráveis avançou 431,7% em abril de 2021 frente a igual período do ano anterior, segunda taxa positiva consecutiva nesse tipo de comparação e a mais elevada desde o início da série histórica. Foi o segmento que houve maior crescimento, comprovando que o isolamento provocou um maior interesse das pessoas por esse tipo de produto. Bens de consumo duráveis teve maior fabricação de móveis (145%), entre outros – automóveis teve alta de 69.956,5%.

Indústria geral

A produção industrial nacional em relação a abril de 2020, avançou 34,7%, oitava taxa positiva consecutiva nessa comparação e a mais elevada da série histórica, iniciada em janeiro de 2002. Houve altas nas quatro grandes categorias econômicas, em 23 dos 26 ramos, em 67 dos 79 grupos e 76,0% dos 805 produtos pesquisados.

Abril de 2021 (20 dias) teve o mesmo número de dias úteis que igual mês de 2020. Mas os resultados positivos elevados evidenciam a baixa base de comparação, já que em abril de 2020 o setor industrial recuou 27,7% (queda mais intensa da série).produção de móveis IBGE

A produção industrial nacional caiu 1,3% em abril frente a março de 2021 (série com ajuste sazonal), terceira queda seguida, com perda de 4,4% no período. A indústria acumula alta de 10,5% no ano, intensificando a alta frente ao último quadrimestre de 2020 (3,5%). O acumulado em doze meses voltou a ficar positivo (1,1%) após 22 taxas negativas.

Na comparação com o mês anterior, o recuo de 1,3% em abril de 2021 foi a terceira queda seguida da atividade industrial, acumulando queda de 4,4% no período. A produção recuou em duas das quatro das grandes categorias econômicas e em 18 dos 26 ramos pesquisados.


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646