Decreto suspende as atividades da indústria moveleira em Bento Gonçalves

Decreto passa a valer a partir da madrugada deste sábado (21)

Publicado em 20 de março de 2020 | 12:20 |Por: Everton Lima

Na manhã desta sexta-feira (20), a Prefeitura de Bento Gonçalves (RS) publicou um decreto que tem como objetivo intensificar as ações para combater o avanço do Covid-19. O decreto começa a vigorar na madrugada deste sábado (21) e tem validade até o dia 05 de abril, podendo ser prorrogado.

O decreto determina a suspensão de todas as atividades industriais que não consideradas essenciais neste momento de quarentena. Portanto, a indústria de móveis da cidade precisará interromper os seus trabalhos para que os funcionários fiquem em casa. As exceções são: indústria alimentícia, produtos perecíveis, alimentação animal e fábricas que atendam serviços de saúde.

Além da indústria, o varejo, cartórios e agências bancárias, incluindo as casas lotéricas, também precisarão parar suas atividades.

Seguem funcionando normalmente:

Farmácias, supermercados, açougues, mercearias e frutarias, postos de combustíveis (menos as lojas de conveniência), distribuidoras de água, de bebidas, de gás e distribuidoras de energia elétrica e saneamento básico, serviços de telecomunicações e de processamento de dados, clínicas de atendimento de serviços de saúde, clínicas veterinárias em regime de emergência e para venda de rações e medicamentos, serviços laboratoriais, clínicas de vacinas e estabelecimentos hospitalares, comércio de equipamentos para a saúde, lavanderias, restaurantes, padarias, cafeterias e lanchonetes

– Varejo e Indústria: os impactos do Covid-19 na economia

– Movergs solicita ao governo gaúcho aumento no prazo de pagamento do ICMS

– Polo de Ubá (MG) manterá atividades industriais

Os restaurantes poderão funcionar apenas entregando alimentos, sem receber, portanto, clientes no estabelecimento.

Os caixas eletrônicos poderão operar, mas desde que não haja aglomeração de clientes em torno deles. A aglomeração dos habitantes da cidade nas ruas também está proibida. Apenas trabalhadores cujas atividades sejam essenciais devem circular no município, ou seja, pessoas que trabalhem nas indústrias e atividades varejistas que poderão funcionar após o decreto. Eles terão acesso a uma linha de ônibus especial.

Esse decreto tem validade apenas para o município de Bento Gonçalves (RS).  

 

 


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646