Serra Gaúcha: após irresignação de prefeitos, municípios poderão permitir abertura do comércio

Prefeitos devem encaminhar ofício ao governador do estado

Publicado em 16 de abril de 2020 | 12:38 |Por: Portal eMóbile

Por: Gerson Lennhard

Foi com surpresa e decepção que os prefeitos da serra do Rio Grande do Sul e da região metropolitana de Porto Alegre receberam a notícia de que as restrições impostas pela política de distanciamento social para barrar o avanço do coronavírus seriam mantidas em 47 municípios dessas duas regiões.

Sob a liderança do prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin — que preside a Associação dos Moradores da Região Nordeste do RS os prefeitos manifestaram ao Governador Eduardo Leite sua inconformidade. Mostrando números — Caxias, que é a maior cidade da Serra, tem uma taxa de sete infectados para cada 100 mil habitantes — os prefeitos demonstraram que fizeram o dever de casa e não aceitam ser incluídos na regra geral de isolamento que afetou apenas as duas áreas citadas.

— Varejo e Indústria: os impactos do Covid-19 na economia

– Coronavírus: Federmobili explica situação do mercado italiano de móveis

Após videoconferência na manhã desta quinta, ficou determinado que cada município encaminhará ofício ao Governador solicitando sua exclusão das restrições.

O polo moveleiro de Bento Gonçalves, por exemplo, ainda nesta manhã, publicou decreto determinando a volta do comércio às atividades, desde que respeitadas recomendações de higiene com limpeza diária das superfícies, utilização de máscaras, pelos funcionários e disponibilidade de álcool gel aos clientes, além de controle do acesso de público aos estabelecimentos. Até a feira livre, que tradicionalmente é realizada com produtores rurais nas manhãs de sábado retornará, só que agra no turno vespertino. Desta forma a cidade começa a retomar a normalidade dos negócios.

Receba nossa Newsletter

    Matérias Relacionadas