Comportamento do consumidor mudou completamente nas últimas semanas

Estudo mostra que lojas perderam quase 100% dos seus clientes na última semana

Publicado em 25 de março de 2020 | 12:40 |Por: Everton Lima

Ontem (24), a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) divulgou dados sobre o comportamento do consumidor brasileiro diante do atual cenário social de pandemia de Covid-19. O estudo foi fruto de uma parceria entre o SBVC, o FX Retail e F360º.

Os dados analisam o fluxo de vendas e visitas nos vários tipos de lojas, como lojas de rua, aeroportos, shoppings etc. Além disso, o SBVC revela quais setores — e em quais regiões do Brasil — sofreram mais com a perda de clientes durante os dias 14 de março e 22 de março.

Aumento gradual do esvaziamento das lojas

No primeiro dia analisado pelo estudo (14/03), as lojas dos shoppings foram as que tiveram a maior redução de visitas: -19,24%. As lojas de rua perderam 17,49% de público, os shoppings, considerando todo o espaço e não apenas as lojas, perderam 16,36% de potenciais clientes, seguidos pelas lojas físicas, com -14,25% de vendas.

Com o passar dos dias, esse cenário foi mudando, crescendo de forma constante. No dia 22 de março, a presença de pessoas nesses estabelecimentos quase não existia. Em shoppings, a queda de público nessa data foi de 94,9%. As lojas dos shoppings perderam 99,78% de vendas. As lojas de rua perderam 82,09% de vendas, enquanto as lojas físicas lidaram com números ainda maiores: -97,29%.

– Varejo e Indústria: os impactos do Covid-19 na economia

– CEO da MadeiraMadeira fala sobre primeira loja física da marca

Quedas por região

As quedas de público nas lojas também foram percebidas de forma diferente no primeiro dia analisado pelo estudo. Na primeira data analisada pelo relatório do SBVC (14/03), a região norte apresentou uma alta de 7,79% nas vendas em lojas físicas. No dia seguinte, o aumento foi ainda maior: 18,46%. A partir do dia 16 o fluxo de visitantes foi caindo (-2,39%) até reduzir drasticamente no dia 22: -97,72%.

Por outro lado, as lojas físicas da região Centro-Oeste foram as que tiveram a maior queda de visitantes nos dois primeiros dias analisados — -35,03% (14/03) e -48,95% (15/03). Nos dias 19/03, 21/03 e 22/03 a queda de público foi de 100%. Essa foi a única região do país que atingiu esses números.

No Sudeste, região mais populosa do Brasil, as lojas foram esvaziando desde o primeiro dia analisado. No primeiro dia, a queda nas vendas foi de 16,49% chegando a 95,81% no dia 22/03.

No Sul, as lojas físicas perderam 7,04% de vendas no primeiro dia, chegando a -99,75 no dia 22 de março. No Nordeste, as vendas caíram 13,21% no dia 14 de março e a atingiram o percentual de queda de -99,9% no dia 22.

Analisando todos os dados, é possível concluir que as vendas nas lojas físicas caíram 52,25% no Brasil, durante os dias analisados. A receita das lojas físicas caiu 42% no período analisado.

Dos oito segmentos de varejo analisados, o único que registrou aumento no volume de vendas foram as drogarias, com um crescimento de 39,46%.

(foto: Divulgação Casas Bahia. Imagem ilustrativa)


Notícias do Mercado Moveleiro

Conheça nossas publicações:

eMobile

Atualizado diariamente por uma equipe de jornalistas profissionais, o Portal eMóbile agrega as notícias mais atuais e relevantes para os profissionais do setor moveleiro, sejam eles industriais, varejistas, marceneiros ou designers e arquitetos.


  • CONTATO
  • contato@revistamobile.com.br
  • Avenida Sete de Setembro
  • 6810, 2º andar - Cj 18
  • Seminário | 80240-001
  • Curitiba | Paraná
  • (41) 3340 4646